Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

MFT - should I stay or should I go?


  • Por favor inicie sessão para responder
151 respostas a este tópico

Partilhar Post #21 Kehr

Kehr

  • Membro
  • Registo: 04/08/2015
  • Posts: 84

Publicado 31 Janeiro 2020 - 10:15

A vantagem de adquirires um corpo Olympus com phase detect autofocus, é que deixas de ficar tão preso à marca das lentes em MFT por já não precisares de DFD que só funciona com lentes nativas e isso é claramente uma vantagem. Pelo que tenho lido, o DFD não é nada de extraordinário e parece que a Panasonic não está virada para o phase detect (não tem nenhum corpo com FD AF pois não?).

 

Video não é a minha praia, mas tenho ideia que a Panasonic sempre foi muito melhor que a Olympus neste campo.

 

Dito isto, acho a opção 1 pouco prática (trocar 2 corpos de uma vez, vender 2 corpos) e mais cara que por exemplo a opção 3 que representa um investimento mais gradual. Entre a E-M1 II e a E-M5 III, prefiro a ergonomia da segunda e o tamanho mais compacto. É uns anos mais recente e apesar de estar "capada" em algumas specs, para foto que não envolva desporto, pássaros ou profissional, acho que poderá ser mais adequada.

 

Se avançares para um corpo Olympus, em especial a recém saída e-m5 III acho que terás uma oportunidade de ver até que ponto a Olympus te satisfaz em video ou não e até que ponto te adaptas aos complicados menus e se não resultar, não irá desvalorizar muito. Perante tantas incertezas, a opção 3 permite ir fazendo as coisas aos poucos e caso te arrependas, podes voltar atrás sem perder muito dinheiro com a experiência.

 

Trocar tudo por Fuji, sinceramente, parece-me um ganho de desempenho negligenciável para a revolução que vais ter de fazer. Se é para trocar tudo e Sony FF encaixa, então consideraria mesmo só a A7 III falando em trocas de sistemas.




Anúncios

Partilhar Post #22 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8150
  • Idade: 36
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 31 Janeiro 2020 - 19:37

Uma coisa que se calhar te ajudava era sacar uns ficheiros de cada uma das máquinas. Por um lado, se não notares diferença entre uma A7 e uma oly, então se calhar nem vale a pena pensares em mudar de sistema. Por outro, se notares a diferença, é muito provável que essa diferença te ajude a fazer a escolha.




IT Partilhar Post #23 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 01 Fevereiro 2020 - 12:35

A vantagem de adquirires um corpo Olympus com phase detect autofocus, é que deixas de ficar tão preso à marca das lentes em MFT por já não precisares de DFD que só funciona com lentes nativas e isso é claramente uma vantagem. Pelo que tenho lido, o DFD não é nada de extraordinário e parece que a Panasonic não está virada para o phase detect (não tem nenhum corpo com FD AF pois não?).

 

Video não é a minha praia, mas tenho ideia que a Panasonic sempre foi muito melhor que a Olympus neste campo.

 

Dito isto, acho a opção 1 pouco prática (trocar 2 corpos de uma vez, vender 2 corpos) e mais cara que por exemplo a opção 3 que representa um investimento mais gradual. Entre a E-M1 II e a E-M5 III, prefiro a ergonomia da segunda e o tamanho mais compacto. É uns anos mais recente e apesar de estar "capada" em algumas specs, para foto que não envolva desporto, pássaros ou profissional, acho que poderá ser mais adequada.

 

Se avançares para um corpo Olympus, em especial a recém saída e-m5 III acho que terás uma oportunidade de ver até que ponto a Olympus te satisfaz em video ou não e até que ponto te adaptas aos complicados menus e se não resultar, não irá desvalorizar muito. Perante tantas incertezas, a opção 3 permite ir fazendo as coisas aos poucos e caso te arrependas, podes voltar atrás sem perder muito dinheiro com a experiência.

 

Trocar tudo por Fuji, sinceramente, parece-me um ganho de desempenho negligenciável para a revolução que vais ter de fazer. Se é para trocar tudo e Sony FF encaixa, então consideraria mesmo só a A7 III falando em trocas de sistemas.

 

Todos os cenários prevêm a troca de 2 corpos.. ao mesmo tempo ou desfasados, é irrelevante. Tudo dependerá de quanto tempo demoro a vender, disponibilidades, etc...

 

A opção pela E-M1 II é cada vez mais tentadora, mas tenho de a experimentar. Não a encontro em lado algum! A E-M5 III simplesmente nao me seduz como câmara principal, gosto de corpos com mais grip.

 

Uma coisa que se calhar te ajudava era sacar uns ficheiros de cada uma das máquinas. Por um lado, se não notares diferença entre uma A7 e uma oly, então se calhar nem vale a pena pensares em mudar de sistema. Por outro, se notares a diferença, é muito provável que essa diferença te ajude a fazer a escolha.

 

Já andei a ver imagens de umas e outras. Sim, noto a diferença! Mas o mundo é feito de compromissos, e para ter essa imagem, implica abdicar de outras coisas. Para ter as outras coisas, implica abdicar dessa imagem. Se pudesse escolher, queria a imagem e AF da Sony, com a ergonomia e facilidade de utilização da Panasonic, e tamanho da Olympus.  :lol:




Partilhar Post #24 Camara Lenta

Camara Lenta

  • Membro
  • Registo: 28/09/2014
  • Posts: 4222

Publicado 02 Fevereiro 2020 - 23:07

off topic, mas a propósito do MFT e da "extinçao"....

 

Talvez vocês não tenham esa percepção mas a Olympus tem uma penetração muito grande na "macro" e na "extreme-macro"... há mesmo muita gente nessa área com Olympus...

Penso eu pelas seguintes razões... que são as razões que me levama ter uma  e a estar apenas à espera que o preço da E-M5 III baixe e fique "livre".. por enquanto o preço parece concertado em todo lado (talvez imposição da marca)

 

A Olympus "empacota muito" em máquinas muito baratas.. as máquinas de 450 euros..OM-D  10 II.. têm "focus bracketing", etabilização no corpo... nas outras marcas pagas bem mais por isso..

A Olympus "macro" de 60mm é uma lente mesmo muito boa, muito popular (aliada ao Focus bracketing) e consegue-la por menso de 500 euros.. as outras marcas cobram-te 1000+ por uma macro para mirrorless.. a Fuji tem o desplante de pedir 1,400 euros por uma macro que em nada se destaca das outras

A nova E-M5 III tem bracketing / Stacking / e Pixel Shift.. o pixel shift é uma vantagem enorme para quem faz macro de grandes magnificações.. nesse nicho vêm-se montes de E-M1 II apenas por causa do pixel shift...

 

Compara o que a Olympus oferece na E-M5 III com a Nikon Z50.. que são máquinas mais ou menos do mesmo preçoe com poucos meses de diferença.. a Z50 é de uma avareza ridicula...

A Olympus mete muito mais nas máquians que os outros pelo mesmo dinheiro.


Editado por Camara Lenta, 02 Fevereiro 2020 - 23:08 .



IT Partilhar Post #25 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 04 Fevereiro 2020 - 15:17

E de repente dou por mim a piscar o olho à Canon RP... compra-se o corpo com a 24-105 pelo mesmo preço do corpo da A7 III... não é a mesma coisa eu sei. Mas...

 

Até a R é tentadora, o corpo custa pouco menos que a A7 III, mas a 24-105/4  da Canon custa menos 200€ que a da Sony. No total são quase 300€ de diferença.

 

tenor.gif

 

:lol:  :lol:  :lol:

 

Tenho mesmo que encontrar uma E-M1 II para ver se me encanto ou desencanto com ela, e me resolvo de vez. :blush:




IT Partilhar Post #26 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 23 Fevereiro 2020 - 18:11

Bem, resumindo a história:

 

P6Ukw3w.jpg?2

 

Chegou agora às minhas mãos... usada, mas em bom estado. Vamos lá ver que tal me dou com ela!


Editado por miguelbarroso, 23 Fevereiro 2020 - 18:13 .



Partilhar Post #27 joserocha

joserocha

  • Membro
  • Registo: 11/05/2012
  • Posts: 2853
    • Local: Vila Nova de Gaia

Publicado 25 Fevereiro 2020 - 11:04

Só uma opinião em relação à Canon RP: não a tentes comparar com a E-M1 II que podes ficar muito desiludido. A qualidade de construção é algo fraca. Não me dá a mesma sensação de robustez da 6D II. Os próprios plásticos parece que vão riscar a qualquer momento se tiveres o azar de passar lá algum objecto duro como umas chaves...

Outra coisa que requer alguma habituação face a várias mirrorless é o disparador limitado a 1/4000. O disparador também parece ser mais lento (mais "delay") que o de uma Fuji X-Pro2 ou qualquer Olympus.

 

A mim no geral satisfaz-me porque é pequena e muito leve, mas não será pau para toda a obra de certeza, vai ser manuseada com o maior dos cuidados  :)




IT Partilhar Post #28 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 26 Fevereiro 2020 - 14:19

A RP já ficou esquecida no tempo... agora ando a brincar com a E-M1 II... estou deveras surpreendido com a performance do AF. Mas ando aqui à luta para ter cores que goste. Só fotografo em JPEG, por isso tenho mesmo de deixar isto configurado como deve ser.

 

Quanto à facilidade de utilização e ergonomia... há coisas que me vou habituando nos menús, outras que nem por isso. Há toda uma falta de lógica na maneira como as coisas estão organizadas, mas enfim. Ergonomia é no geral boa, mas aquele botão de OK encavado no meio dos 4 botões direcionais é absurdo, pois passo a vida a tocar nesses botões quando quero tocar apenas no OK. O On-Off do lado esquerdo também não me agrada - ok, dá para configurar o outro botão para funcionar como botão de on-off, mas o de On-Off fica sem qualquer função! Isto é só parvo... Vamos continuar a batalhar com isto para ver se me satisfaz!




Partilhar Post #29 MLopes

MLopes

  • Membro
  • Registo: 20/09/2009
  • Posts: 152

Publicado 27 Fevereiro 2020 - 16:26

não obstante já teres decidido, vou deixar a minha perspetiva e opiniões pessoas. são as minhas opiniões, não estão certas nem erradas, não me interessa se são politicamente corretas nem alinhadas e muito menos tenho a pretensão de que sirvam de exemplo para alguém. se fizerem alguém pensar, nem que seja pensar que só digo asneiras, já me dou por satisfeito. ora aí vão:

 

o mamífero que usa o equipamento, a sua conceção estética, etc é muito mais importante do que o equipamento em si para o resultado fotográfico final. isto só não é verdade para quem tem orgasmos com peeping ;) neste caso pixelpeeping. no meu caso pessoal como o gosto e o divertimento são muito maiores do que o jeito estou tramado seja qual fôr o equipamento. :D

 

saber aproveitar as vantagens e mitigar as desvantagens de um equipamento é também muito mais importante do que o equipamanto em si.

 

em fotografia o vidro e a luminosidade (abertura máxima) são muito mais importantes do que um corpo, a menos que estejamos a falar do corpo da modelo :P

 

a discussão de o mft estar morto, moribundo ou ser o futuro não tem interesse algum. com a quantidade de equipamanto mft, e a espantosa qualidade a baixo preço, que hoje há disponível para comprar, daqui a 20 anos ainda daria para andar a fotografar com mft mesmo que o sistema morresse amanhã (o que me parece uma patetice).

 

embora o aps-c pareça bastante apelativo, uma espécie de o melhor de dois mundos num só, a minha experiência pessoal, depois de ter tido durante vários anos equipamento aps-c, diz-me que é precisamente o oposto. nem aproveitamos as vantagens de ter uma máquina com um pequeno sensor nem as de ter um corpo com um sensor grande, ou seja o aps-c pode até ser pau para toda a obra mas não faz nada excecionalmente bem e nem sequer tem vantagem alguma ao nível do preço.

 

por aqui parece que está na moda elevar as fuji aps-c ao olimpo mas se me dessem uma vendia-a 20 a 30% abaixo do preço de mercado só para me ver livre dela rapidamente. porquê? precisamente porque para mim não é no meio que está a virtude.

 

se a opção fosse ter apenas um sistema e se não tivesse limitações como peso, volume, etc iria full-frame ou até médio formato, se tivesse dinheiro, sem sequer pensar duas vezes.

 

como não vejo interesse em ter dois corpos de um mesmo sistema (à exceção dos safaris, ainda não encontrei nenhum outro caso onde isso me tivesse sido útil. vou falar da questão financeira mais tarde) se a opção fôr ter duas máquinas optaria por ter dois sistemas.

 

foi o que fiz ajudado pelo facto de cá por casa sermos duas pessoas a fazer umas chapas.

 

tenho mft (e-m5mkii e diversas objetivas oly mft af e várias outras vintage manuais) e full frame (sony a7iii, a comprar objetivas af e a aproveitar as mesmas vintage manuais que uso no mft).

 

oly para macro, paisagem, retrato, viagem, trekking, boa luminosidade e isos baixos. sony para paisagem, retrato, viagem, astro, má luminosidade e isos altos. consigo ainda ter duas pessoas a fotografar em simultâneo 99% do tempo.

 

sai mais caro assim? sim, sai um pouco mais caro mas com calma e evitando algumas sobreposições de distâncias focais (num zoom normal para viagem é difícil evitar) consegue-se controlar a escalada de custos.


Editado por MLopes, 27 Fevereiro 2020 - 16:27 .



IT Partilhar Post #30 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 27 Fevereiro 2020 - 21:57

Obrigado mais uma vez. Confesso que já dei por mim a considerar ir por essa via mais cara de ter dois sistemas.

Para já tenho a E-M1 II que vou explorar nos próximos tempos, mas talvez arranje uma A7 II baratuxa, combinada com uma 50/1.8 para experimentar o sistema. Tenho noção das limitações da A7 II, mas creio que saberei lidar com elas. Se me der bem (sem contar com as referidas fraquezas específicas deste modelo), dou então o salto para a A7 III. E depois logo vejo o que faço.

Editado por miguelbarroso, 27 Fevereiro 2020 - 21:57 .



Partilhar Post #31 Kehr

Kehr

  • Membro
  • Registo: 04/08/2015
  • Posts: 84

Publicado 28 Fevereiro 2020 - 09:11

@MLopes

 

Acrescenta aí o facto de as pessoas, normalmente não trocarem de corpo a cada 2 anos e a cada 2 anos sai muita novidade e isso não torna as fotografias tiradas há 5 ou 10 anos menos incríveis, menos capazes ou mais obsoletas, então porque se precisa de trocar de equipamento. Seguindo uma linha de pensamento similar, porque motivo um sensor APS-C ou MFT relativamente recente não serão suficientes? Se calhar em 80% dos casos porque o fotografo não é bom ou porque anda a fazer o referido pixel-peeping que referes a ficheiros com mais de 20 MP, para depois imprimir fotos em 10x15, ou então para as publicar em tamanho minúsculo no Instagram.

 

O que não fica rapidamente obsoleto é o dinheiro na carteira das pessoas, impulsionadas pelo marketing, aparentemente funcional das marcas. Seja máquinas fotográficas, sejam telemóveis, as pessoas trocam de equipamento muito mais vezes do que necessitam, na procura de ter "o melhor", muitas sem usar plenamente o "antigo". É a febre do consumismo que nos afecta a quase todos.

 

Eu acho que todos os sistemas têm o seu espaço, acho é meio tonto as pessoas andarem sempre a dizer que vão para APS-C mirrorless porque querem andar com equipamento menor e com menos peso. Depois perdem a ergonomia das DSLR (nas Fuji mais comerciais então...) e ficam com conjuntos quase com o mesmo tamanho, ou mesmo maiores. Mas ficam com um equipamento mais "cool" que, sem ironias, também é um factor importante. Não estou aqui a questionar de forma alguma a qualidade do sistema Fuji, apenas o tamanho do sistema e a ergonomia, tentando reforçar que não é a última "batata frita do pacote".

 

Já tive um sistema APS-C e um MFT em simultâneo e apesar do APS-C me oferecer melhor desempenho, era o MFT que andava 90% do tempo comigo. Não quero com isto dizer que não há outras pessoas com outro tipo de preferências ou até com outro tipo de exigência, mas sim que há espaço para todos os sistemas e que não se devem vender as nossas convicções a pessoas que podem não ter as mesmas prioridades que nós. Normalmente as pessoas estão muito pouco interessadas em entender o que a outra pessoa procura, mas apenas em afirmar que a sua escolha pessoal é a melhor do mundo.




Partilhar Post #32 Lyp

Lyp

  • Membro
  • Registo: 05/02/2012
  • Posts: 789
  • Idade: 41

Publicado 28 Fevereiro 2020 - 09:30

@Kehr, Revejo-me completamente neste ponto de vista.

Editado por Lyp, 28 Fevereiro 2020 - 09:31 .



Partilhar Post #33 Shadow_

Shadow_

  • Membro
  • Registo: 17/09/2013
  • Posts: 442
  • Idade: 38

Publicado 28 Fevereiro 2020 - 09:45

Muito bem dito Kehr.

Revejo-me em muito do que dizes.

No meu caso particular há um misto de consumismo (GAS) e adorar testar/experimentar máquinas, lentes e sistemas.

Conclusão acerca do muito material que tive e ainda tenho: o fotógrafo faz muita diferença! Com isto não tiro qualquer valor á importante evolução tecnológica mas é incrível o que ainda tiro da minha 5D I com mais de 13 anos.


IT Partilhar Post #34 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 28 Fevereiro 2020 - 15:57

E do outro lado do ring, pronta para o assalto final:

 

Vckgd01.jpg?1

 

Foi mais rápido do que pensava!  :lol:  :blush:

 

Bem, agora é testar as duas durante os próximos tempos... quem sabe se não ficam as duas, ou se dão lugar as outras coisas! O futuro dirá.


Editado por miguelbarroso, 28 Fevereiro 2020 - 16:07 .



IT Partilhar Post #35 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 03 Março 2020 - 13:15

Este fim de semana deu para testar o C-AF da E-M1 II... e é um salto significativo em relação à G80. Para não falar que a máquina é rápida, mas rápida. Os "bursts" são impressionantes!

 

sdjpF9o.jpg

 

Mas continuo à luta com estes menus!... porra que os gajos complicam!

 

Do lado da Sony, sabendo das limitações do AF e do sensor antigo, gosto muito dos resultados em retratos. De tal forma que mesmo que não troque por completo para o sistema, pelo menos esta A7 II e a 50/1.8m, como foi um conjunto (relativamente) barato, poderá continuar por aqui só mesmo para os retratos das festas de família.

 

A avaliação continua...




Partilhar Post #36 MLopes

MLopes

  • Membro
  • Registo: 20/09/2009
  • Posts: 152

Publicado 03 Março 2020 - 17:01

@Kehr, quanto à desnecessidade de andar sempre a trocar de equipamento, ao consumismo e a haver espaço para todos os sistemas não podia concordar mais. por isso é que em minha casa os equipamentos duram décadas, só que não todos  ;) por questões de "seleção natural" que foi o que aconteceu ao aps-c.

 

eu também sempre andei, e ando, com o mft a maioria das vezes devido ao tipo de atividades que faço. e mesmo que não fosse isso, seria porque tenho sido "obrigado"  a fazê-lo já que a minha mulher se agarrou ao full frame parece uma lapa :D :D

 

disseste: "não se devem vender as nossas convicções a pessoas que podem não ter as mesmas prioridades que nós. Normalmente as pessoas estão muito pouco interessadas em entender o que a outra pessoa procura, mas apenas em afirmar que a sua escolha pessoal é a melhor do mundo.".

 

quando leste o que escrevi foi o que achaste? que estava a tentar vender as minhas convicções a alguém? ou que transmiti que as minhas preferências são as melhores do mundo? ou não te estavas a referir especificamente ao que escrevi?


Editado por MLopes, 03 Março 2020 - 17:17 .



Partilhar Post #37 Kehr

Kehr

  • Membro
  • Registo: 04/08/2015
  • Posts: 84

Publicado 04 Março 2020 - 00:00

(...)

quando leste o que escrevi foi o que achaste? que estava a tentar vender as minhas convicções a alguém? ou que transmiti que as minhas preferências são as melhores do mundo? ou não te estavas a referir especificamente ao que escrevi?

 

Não tinha nada a ver com o teu post, mas sim com algumas coisas que se escreveram ao longo desta thread. O que escrevi era um complemento ao que disseste, não uma análise/critica.




Partilhar Post #38 MLopes

MLopes

  • Membro
  • Registo: 20/09/2009
  • Posts: 152

Publicado 04 Março 2020 - 17:04

Não tinha nada a ver com o teu post, mas sim com algumas coisas que se escreveram ao longo desta thread. O que escrevi era um complemento ao que disseste, não uma análise/critica.

 

ok, percebo. é que tentei que nada daquilo resultasse do que escrevi fazendo o primeiro parágrafo muito claro mas podia ter passado a ideia errada.




IT Partilhar Post #39 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 704
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 11 Março 2020 - 13:07

Bem, a G80 já foi (bem) vendida... para já estou servido. Só falta despachar a 100-300...

 

Estou bem contente com os resultados que estou a conseguir da Olympus face ao que conseguia com a G80, mas fonix... os menus são uma imbecilidade. Não está fácil a adaptação. Quando mudei da Nikon para a Panasonic, simplesmente peguei na máquina nova e usei... raramente precisava de procurar o que quer que fosse... acho que nunca abri o manual da mesma. Aqui o processo está a ser bem mais penoso! (sei lá quantas pesquisas já fiz para saber como mudar isto ou aquilo)

 

Entretanto a experiência com a A7m2 continua... O AF , principalmente com a FE50/1.8, é muito fraco. Já contava com isso, e sei bem que na A7m3 é um filme muito diferente (principalmente com uma lente melhor). Acho os menus da Sony, ainda assim menos maus que os da Olympus, mas também não são famosos. Mas a ergonomia da E-M1 II é bem superior. Já tive com uma A7m3 na mão, e felizmente melhorou imenso em relação à m2. Mas todas elas ficam atrás da G9 - confesso que esta máquina me ficou atravessada - a Panasonic domina em termos de ergonomia a facilidade de utilização. Mas por enquanto a A7m2 com a nifty-fifty, dá-me resultados muito interessantes em retratos e festas de família e amigos.

 

Quando voltar da viagem que tenho prevista para breve, vou continuar a busca... já estou como o outro "all I want is a perfect camera..."  :lol:  :lol: Gosto desta procura e da experimentação, mas como não tenho bolsos fundos, a mesma baseia-se sempre em conseguir bons negócios para que as trocas não tenham consequências financeiras (muito) desastrosas. :blush: No final quero ter algo que dê boa resposta ao que preciso, sem me tirar a diversão que obtenho na fotografia.

 

Dito isto, a Tamron 70-180/2.8 para Sony poderá ser um game changer, pois uma parte significativa e importante da fotografia que faço é com fracas condições de luz e a média distância (espetáculos de dança, exibições de ginástica indoor) - ou seja, esta lente seria a cereja no topo do bolo para o que pretendo (e bem compacta, por sinal). Mas se for nesse caminho, para muita pena minha, teria de abandonar o MFT (não consigo ter tanto material para os dois sistemas). Junte-se-lhe a também nova Tamron 20/2.8  e não preciso de muito mais. Como 2ª camera iria para a A6400+16-50 e tinha um conjunto para tudo o que preciso (tanto em foto como em video) - a 6400 com a 70-180, permite também ganhar um pouco mais de reach para os jogos de rugby. É um cenário possível, e descartando o zoom 24-105/4.0, já seria um investimento bem mais comedido. 

 

Mas vamos ver como as coisas correm...


Editado por miguelbarroso, 11 Março 2020 - 13:09 .



Partilhar Post #40 Kehr

Kehr

  • Membro
  • Registo: 04/08/2015
  • Posts: 84

Publicado 12 Março 2020 - 13:45

A A7m2 não é carne, nem é peixe. Nem as lentes são baratas ou pequenas, nem o foco é bom... Estar a trocar de sistema para fazer um sistema manco no foco, especialmente quando queres fotografar pessoas em movimento, não me parece uma boa opção. O que a A7 m2 te tem para oferecer é o sensor FF. É isso que te falta? A A7 m3 seria outra conversa totalmente diferente....