Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

O limite da falsidade... (?)


  • Por favor inicie sessão para responder
4 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 miguelbarroso

miguelbarroso

  • Membro
  • Registo: 02/09/2008
  • Posts: 705
  • Idade: 47
    • Local: Lx
    • A pedalar se vai ao longe

Publicado 22 Março 2020 - 01:46

Há muito que as ferramentas digitais permitem manipulação da imagem. Que raio, já antes em estúdio se conseguiam fazer coisas fantásticas.

 

Mas o nível de automação e de simplicidade com que hoje em dia se conseguem criar imagens "falsas", é impressionante.

 

 

O que acham disto?...

 

É sem dúvida uma excelente ferramenta, e se usarmos as nossas imagens para trabalhar o resultado final, nada contra... o que já me faz um pouco de confusão, é a facilidade com que estas ferramentas aplicam céus e outros elementos predefinidos, criados por outros. 

 

Vamos ver galerias "cheias" de imagens completamente artificiais, onde em muitas situações, nem sequer esses elementos são da autoria de quem publica tais imagens.




Anúncios

Partilhar Post #2 MJsilva

MJsilva

  • Membro
  • Registo: 24/11/2018
  • Posts: 402
    • Local: Póvoa de Varzim

Publicado 22 Março 2020 - 11:51

É um programa de edição tão 'falso' como os outros todos, apenas se faz algumas coisas movendo um simples slide que trabalha por inteligência artificial em questão de 2 minutos em vez de por exemplo no photoshop estar a criar máscaras e camadas,é a evolução natural da tecnologia, as cameras tb evoluem, o foco está cada vez mais rápido e preciso, já há detecção de olhos em humanos e animais etc, os telemóveis já têm a 'falsidade'de desfocar o fundo etc etc..... Fazer duas exposições e ir ao photoshop mesclar é a mesma falsidade de ir ao Luminar e inserir o céu da exposição do céu...
mover um slide pra clarear os olhos é a mesma falsidade de ir ao photoshop criar uma máscara, aplicar um ajuste com mais exposição, inverter a máscara e pintar com o pincel branco nos olhos....
A tecnologia está ao nosso dispor, cada um usa da forma que quer criando as imagens e edição que idealiza.


Tirar uma foto ao meio dia e espetar um céu de sunset seja em que programa for Nunca vai ser opção para mim.


Partilhar Post #3 Cosmic

Cosmic

  • Membro
  • Registo: 13/09/2016
  • Posts: 1303
    • Local: Nassau

Publicado 22 Março 2020 - 17:52

Esse tipo de programa não me diz muito, é fazer batota demais.

Não faltam cada vez mais programas "chamados" de edição, que de edição tem muito pouco.

 

Prefiro fazer 2 ou 3 exposições, é fazer com que a foto se torne o mais real possível.




Partilhar Post #4 TDspotter

TDspotter

  • Membro
  • Registo: 19/02/2017
  • Posts: 72
    • Local: Viseu

Publicado 22 Março 2020 - 19:26

Ainda ontem vi no Facebook um individuo a partilhar uma imagem sobrexposta a meio de um dia nublado e depois a mostrar o resultado final editado em que colocou um céu totalmente artificial com relâmpagos e a indicar que tinha editado nesse programa.

Este tipo de softwares tira a parte criativa e são uma praga que cada vez mais terá o seu espaço no mercado, isto porque muita gente acaba por gostar do trabalho final, aliás era só ver os comentários à publicação desse individuo para perceber que o que o público no geral quer é ver algo completamente irrealista.

Eu também nunca editaria a esse ponto, até porque a partir de certo ponto a imagem deixa de ser nossa e passa a ser uma criação do computador, e eu agora pergunto-me, que piada ou satisfação tem isso?




Partilhar Post #5 _jn_

_jn_

  • Membro
  • Registo: 12/02/2010
  • Posts: 2922
    • Local: Estoril

Publicado 22 Março 2020 - 21:19

A fotografia é toda ela falsidade. Ela mostra em duas dimensões o que é a três. Ela recorta uma parte de um todo. Ela "congela" um momento de tempo.

 

Cabe a cada fotógrafo usar a flasidade na medida que achar melhor. Cabe a cada observador querer e entender a falsidade da maneira que lhe convem.

 

O que se passa agora é que cada vez é mais é facil, rápido falsificar cada vez mais e melhor.