Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Apreciação e crítica


  • Por favor inicie sessão para responder
17 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 Bagudae

Bagudae

  • Novo Membro
  • Registo: 24/08/2012
  • Posts: 9

Publicado 31 Agosto 2018 - 16:54

Primeira contribuição por aqui. 

 

Deixo algumas snapshots que vou tirando em família. Essencialmente retratos dos quais perco objectividade do ponto de vista fotográfico, pela familiaridade dos modelos. 

 

Aprecio e agradeço toda e qualquer crítica relativamente ao que vou partilhando e ainda mais qualquer sugestão de melhoria. 

 

44387614161_1eaace1e5c_c.jpg_A630275 by r f, no Flickr

 

43670900904_ae27c62f02_c.jpg_OLY3709 by r f, no Flickr




Anúncios

Partilhar Post #2 Manuel_Araujo

Manuel_Araujo

  • Membro
  • Registo: 16/03/2008
  • Posts: 244
  • Idade: 57
    • Local: Santo Tirso

Publicado 01 Setembro 2018 - 13:09

A primeira chamou-me a atenção, o estranho é que não sei se gosto ou se não gosto. :hmm:

Já a segunda não me diz nada.




Partilhar Post #3 zyThuM

zyThuM

  • Membro
  • Registo: 10/12/2016
  • Posts: 770

Publicado 01 Setembro 2018 - 19:28

A primeira tem algo, a ligação entre os diferentes elementos da foto, a senhora de pé que parece que estar a pegar algo da cabeça do senhor e as 2 senhoras a olharem para ela. Depois as cores também estão interessantes. A foto acabar por resultar, a segunda deve ter algum significado para ti, mas para nós, falo por mim claro, a foto não em si não é forte o suficiente, talvez se fossem só os 2 rapazes a foto poderia ter funcionado melhor.

 

Continua a partilhar ;) 




Partilhar Post #4 ruicarv79

ruicarv79

  • Membro
  • Registo: 04/02/2011
  • Posts: 4626
    • Local: Porto

Publicado 01 Setembro 2018 - 20:39

Eu gosto da primeira. A composição agrada-me, com todos os elementos bem visíveis (muito fruto da boa escolha do "background") e uma boa distribuição no espaço. A acção não é espetacular e é talvez o aspecto menos bom da foto.
A segunda convence-me menos. A composição não foi à toa, mas a luz é bastante desfavorável e creio que acaba por "matar" a foto (já para não falar da profundidade de campo, que se perde lá atrás).
Seja como for, gostei de ver, manda mais.


IT Partilhar Post #5 Bagudae

Bagudae

  • Novo Membro
  • Registo: 24/08/2012
  • Posts: 9

Publicado 05 Setembro 2018 - 20:17

Obrigado a todos pelas críticas. 

O que me agradou na segunda foi mesmo só a expressão dos putos. Muitas vezes apenas o gesto chega para fazer a foto, esta não é uma dessas vezes.

 

Mais duas, ainda putos:

 

43588945625_3d5dc638cf_c.jpg_A631269 by r f, no Flickr

 

43780602814_4fcc0c3caa_c.jpg_OLY5375_04 by r f, no Flickr




Partilhar Post #6 _jn_

_jn_

  • Membro
  • Registo: 12/02/2010
  • Posts: 2877
    • Local: Estoril

Publicado 05 Setembro 2018 - 20:26

As expressões fazem toda a diferença. Gosto das tuas fotos. Continua a partilhar fotografias.




Partilhar Post #7 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6218

Publicado 06 Setembro 2018 - 19:28

Também gosto das tuas fotos.




Partilhar Post #8 APAF

APAF

  • Membro
  • Registo: 11/11/2005
  • Posts: 1256

Publicado 08 Setembro 2018 - 16:21

Hesitei muito em fazer esta análise, primeiro porque há muito que o deixámos de fazer, porque na maioria dos casos não motivava qualquer reflexão por parte dos visados, segundo porque porque fizeste uma coisa que acho profundamente errada, já que há opiniões,… então toma lá mais duas imagens. Quando escolhemos um conjunto de imagens é porque aquelas são essas as melhores. Não surgem mais nenhumas. As restantes, em princípio, eliminámo-las por qualquer razão e se houver novas imagens, elas são realmente novas e devem refletir uma mudança se tal se justificar, ou o assumir de uma linha estética, justificando-a. 

 

Também não vou dizer-te qual gosto mais. Não foi isso que perguntaste. É comum ver aqui no fórum resumir-se a critica ao gosto mais da primeira, da segunda ou de qualquer outra. Eu posso gostar de uma boa ou de uma má imagem, como posso não gostar de uma boa música ou de uma boa pintura.

 

A tua questão era apreciação e crítica.

 

Se sob o ponto de vista técnico há poucos reparos a fazer, tirando a última imagem, já sob o ponto de vista da imagem em termos de composição há muito que falar.

 

Na primeira imagem não vejo grandes questões técnicas. Pelo contrário até. Temos uma situação de sombra na cara do homem, que está bem resolvida, e mesmo a toalha tem informação suficiente para não estar rebentada nos brancos. Tens uma situação difícil de controlar entre as altas e as baixas luzes bem resolvida. Já quanto à composição temos coisas boas, segundo um ponto de vista tradicional: a mão não toca no chapéu do homem, a senhora em segundo plano situa-se recortada pelo céu. Não me incomodam as figuras no plano de fundo à direita. O que me incomoda é a fotografia basear-se apenas na espetacularidade do ângulo, da objetiva da cor. Da cor ainda admito se essa for uma opção estética e de conceito (vejam-se algumas imagens de praia de Martim Parr p. ex.). Mas alguns dos “gostos” parecem-me, sublinho parecem-me, que se baseiam só na cor e no ângulo contra-picado. Ainda mais com uma grande angular. O que é pouco fotograficamente.

 

A terceira imagem acho-a confusa. Quando olho para ela, a criança não é o elemento preponderante, mas antes tudo o que está à volta. Beneficia de um ponto de luz na cara, mas que é logo prejudicado pela luz no plano de fundo que compete com a cara. Acho também que a expressão não é a melhor, ainda que beneficie de um olhar direto e forte.

 

A quarta imagem, para mim, contém vários erros técnicos. Eu teria dado uma menor profundidade de campo de forma a reduzir a informação do fundo e a evitar que a minha visão passe pelas crianças (elemento principal) e termine no fundo (acessório). Não fotografaria de cima para baixo, porque para além de prejudicar as crianças faz com que as paredes e os móveis estejam prespetivados. A luz não é boa e como não há milagres o melhor é por a imagem de lado e não a selecionar. O olhar dos dois não é um momento feliz e as máscaras não ajudam. Salva-se a posição do livro “hora de dormir” que confere algum humor à imagem, e é uma pena as mãos cortadas.

 

Guardo para o fim aquela que para mim é a melhor imagem. Repito, não digo que gosto ou não gosto. É uma imagem que nos dá o ambiente caseiro com os móveis, as pessoas e a luz existente, numa disposição que traduz harmonia e ambiência. Harmonia pela luz e pela relação de volumes, ambiência pela luz e pelos tons. Aliás, a luz é o mais importante nesta imagem. É muito interessante a luz na toalha logo seguida de um ligeiro degradée no fundo à esquerda, é adequada e está no ponto certo a luz da senhora em fundo que nos dá a informação da sua existência como quem foi surpreendida pelo momento, mas feliz (vê-se na posição das mãos), e é ainda muito interessante o móvel escuro à direita que nos fecha a imagem. A luz tem algo que nos faz pensar na pintura, ao ter a sua maior força no lado esquerdo, contrariando a saída natural da vista pelo canto inferior direito. As expressões dos miúdos são fantásticas, mas para mim a cereja em cima do bolo é o olhar da miúda. Direto ao observador, mas enigmático porque cortado pelo braço. Está no ponto certo e é uma imagem irrepetível.

 

Por tudo isto é fácil de ver imagens próximas desta em trabalhos de fotógrafos com uma linguagem estética mais moderna, o que é contraditório com a espetacularidade da primeira e da terceira imagem, que as veria mais num concurso de fotografia, ou da vulgaridade da última. Acho, por isso, que mesmo com a família se podem fazer fotografias ou para agradar a quem as vê (o caso da primeira) ou conferindo-lhes uma ideia mais estética (o caso da segunda).

 

Tens uma característica unificadora em todas as imagens. Pode ser bom, porque dá coerância e porque pode ser explorado em termos de composição, pode ser mau, se o fazemos por deformação visual / hábitos, e que é o facto de usares sempre maiores volumes nos primeiros planos em detrimento dos planos médios. Pode ser mau se for um hábito por excesso de uso de distâncias focais mais curtas, mas se tiveres consciência disso também o podes usar em teu favor conferindo próximidade, intimidade e cumplicidade. Há géneros de fotografia que ao longo da sua história usaram isso como característica.

 

Por fim não desvalorizava o trabalho ou os erros com a ideia de serem snapshots descomprometidos. Espero que tenha sido útil.


Editado por APAF, 08 Setembro 2018 - 18:13 .



Partilhar Post #9 ruicarv79

ruicarv79

  • Membro
  • Registo: 04/02/2011
  • Posts: 4626
    • Local: Porto

Publicado 08 Setembro 2018 - 20:10

Tomara que a APAF repita mais vezes este tipo de intervenção. O autor da foto até pode não achar útil a sua apreciação (creio que não será o caso) mas, pessoalmente, sinto que saí muito enriquecido desta sua intervenção. Quanto mais não seja por isso, agradeço a sua intervenção.


Partilhar Post #10 Lyp

Lyp

  • Membro
  • Registo: 05/02/2012
  • Posts: 669
  • Idade: 40

Publicado 08 Setembro 2018 - 22:05

Tomara que a APAF repita mais vezes este tipo de intervenção. O autor da foto até pode não achar útil a sua apreciação (creio que não será o caso) mas, pessoalmente, sinto que saí muito enriquecido desta sua intervenção. Quanto mais não seja por isso, agradeço a sua intervenção.

Tal e qual. Houvesse mais intervenções destas, por quem mais sabe, e o fórum ficaria muito mais enriquecido.


Partilhar Post #11 _jn_

_jn_

  • Membro
  • Registo: 12/02/2010
  • Posts: 2877
    • Local: Estoril

Publicado 09 Setembro 2018 - 10:07

Boa crítica, as fotos merencem-na. Obrigado APAF por trazer crítica de fototgrafia ao form.




IT Partilhar Post #12 Bagudae

Bagudae

  • Novo Membro
  • Registo: 24/08/2012
  • Posts: 9

Publicado 09 Setembro 2018 - 17:22

Obrigado pelas críticas em geral, e muito em especial à análise do APAF. 

Era exactamente este tipo de análise que pretendia ao abrir este tópico. Noutros muitos sites, as respostas a partilhas de fotografias ficam-se pelo "excelente registo, parabéns" o que me ajuda a mim e a outros, muito pouco. A análise não vai de certeza cair em saco roto. 

 

Quanto à crítica ao modo como "conduzi" o tópico, aceito-a. Devia se calhar ter começado de outra forma. O toma lá mais duas, não foi porque houve opiniões, foi porque me pareceu que as opiniões já se tinham esgotado e eu queria manter o tópico vivo. Devia ter percebido que a dinâmica do fórum não é assim tão alta e devia ter deixado passar mais tempo. Por outro lado, inicialmente partilhei apenas 2, porque achei que se sobrecarregasse imediatamente com 10 registos teria menos hipóteses de respostas como as que acabei por obter. As que partilhei inicialmente e as duas que partilhei a seguir são fotos que fui buscar à pasta dos "imprimidos". Tenho lá muitas mais que gostava de partilhar e analisar em conjunto. Algumas que considero mais bem conseguidas do que as que partilhei, outras que agora nem sei porque é que as imprimi. 

 

De qualquer modo, gostava de manter o tópico, com mais fotografias, minhas e de outros participantes. Não para se gostar dumas ou doutras fotos, mas para analisar, dos vários pontos de vista fotográficos o que está bem, o que está menos bem, e o que está mal.

 

Passando às fotos e à análise propriamente dita, devia ter começado por aqui e por ter feito uma espécie de autocrítica ao partilhar as fotografias:

 

A primeira imagem é um esforço consciente por conseguir uma composição interessante com a situação que se formou com o posicionamento dos sujeitos. Tentar criar algumas diagonais com os gestos e as linhas de olhar das figuras em segundo plano a cruzarem com a figura em primeiro plano. A separação das senhoras só resultava se fosse contra o céu, se subisse o posicionamento meio metro que fosse, passaria a apanhar uma praia bem banal, nem muito cheia nem muito vazia onde perderia a separação pretendida. O ângulo não é propositado por si só e resulta mais do esforço em ter o céu como como fundo, além disso, havia algumas nuvens que o tornavam visualmente mais rico. As cores também são mais um efeito da foto ter sido feita perto do meio-dia, com um sol bem duro e contraste muito alto. Não são deliberadas. O que me levou a fotografar e partilhar foi principalmente o esforço consciente em criar uma composição interessante segundo "as regras" mais tradicionais. 

 

A segunda imagem acho-a interessante, principalmente pelos putos do primeiro plano e pelas expressões faciais e corporais deles. A miúda mais nova, sempre atrás dos mais velhos e o inevitável "adulto responsável" atrás da canalhada a ver o que se passa. Nesta não tive grandes hipóteses de compor a cena, pois crianças a mexerem de um lado para o outro dão para o que se conseguir, não para o que se quiser. A Luz desta sala é interessante, pois existe atrás de mim uma varanda com um cortinado branco, o que me dá uma luz difusa mas generosa para o primeiro plano, logo a seguir começa um corredor que dá para o interior da casa que está na penumbra. Se tivesse podido escolher, se calhar tinha diminuido a profundidade tornando os elementos mais atrás menos definidos No momento, a lente e câmara que tinha não mo permitiam (Olympus E-PL7 com lente kit a 14mm com um crop 2x). 

No fundo, a fotografia tenta registar o modo como as crianças mais velhas e rapazes são sempre os primeiros a explorar e a chegar, seguidos das crianças mais pequenas a tentarem fazer parte dos grandes. Todas elas sempre seguidas do adulto que as vigia. A fotografia foi tirada em dia de Páscoa, à "sala da frente" onde vai entrar o compasso. As crianças da família vão sempre àquela sala para verem se o compasso está perto ou vem longe e há sempre muita excitação. É mais uma cena familiar que grande parte das minhas fotografias vão tentar registar.

 

 

A terceira imagem volta a ser uma fotografia tirada ao fim da manhã com um sol extremamente duro. Dentro do escorrega geravam-se umas reflexões interessantes, que no final acabam por ficar muito confusas. A miúda no fundo do escorrega a tentar subir com ar grave dentro do tubo de reflexos podia resultar bem, do ponto de vista visual. A dureza do sol é bem patente tanto na mancha de luz atrás da miúda, como no aspecto transpirado dela. A pós-produção reduziu bastante a mancha clara que, como foi dito rouba muito destaque à miúda. Suponho que se as cores do chão fossem mais opostas ao verde do escorrega. Talvez se o laranja/tijolo do chão fosse mais avermelhado resultasse melhor. 

 

A quarta imagem foi fruto da ocasião, quando os dois miúdos (irmãos e meus filhos) vieram ter comigo, penso que estava a explorar a máquina fotográfica, sentado ao computador e ambos me vieram mostrar caretas que estavam a fazer com as máscaras. Apesar do fundo confuso, particularmente a televisão chateia-me, achei que as poses dos putos com as máscaras mereciam a atenção.

As mãos cortadas são realmente um erro que não corrigi ao tirar a foto, porque nem o percebi. Este é o tipo de erro de composição ao qual por vezes estou desatento e um ponto que preciso melhorar.

 

Não me tinha apercebido da característica que o APAF menciona relativamente aos grandes volumes de primeiro plano, mas vendo outras fotografias essa característica fica ainda mais patente. Não é deliberada por si, mas sim fruto de três coisas, duas delas referidas pelo APAF.

A primeira é mesmo a limitação de distâncias focais de que disponho, que neste momento acaba nos 50 mm num sensor de crop 1,5 (Sony A6300); a segunda é que fotografo muitas vezes dentro de casa em espaços limitados; a terceira é mais intencional e é em parte o que quero transmitir com as minhas fotografias, que passa muitas vezes por ilustrar cenas domésticas de dia-a-dia e gosto que o espectador se sinta imerso nessa cena.

 

Ainda estou a tentar construir uma linguagem própria e nem sempre sei bem como o fazer. Este tipo de discussão ajuda-me e muito, a identificar de forma mais consciente e menos intuída , como o fazer.

 

Mais uma vez o meu muito obrigado, espero que continuem a passar por aqui e, se estiverem na disposição, metam a vossa colherada.




IT Partilhar Post #13 Bagudae

Bagudae

  • Novo Membro
  • Registo: 24/08/2012
  • Posts: 9

Publicado 11 Outubro 2018 - 22:11

Já vai há algum tempo que coloquei aqui alguma coisa. 

Mais uma vez, agradeço e aprecio todos e quaisquer comentários que me ajudem a analisar as fotografias partilhadas e a evoluir de alguma forma.

 

#5

31380937348_7ecacc7cf0_c.jpg_A633974 by r f, no Flickr

 

#6

31380935718_74b2722c03_c.jpg_A633266 by r f, no Flickr

 

#7

31380930368_8e4488d139_c.jpg_A630196 by r f, no Flickr

 

#8

44539543261_1d3503de3e_c.jpg15X20_lustre_13 by r f, no Flickr

 

 

 




Partilhar Post #14 ruicarv79

ruicarv79

  • Membro
  • Registo: 04/02/2011
  • Posts: 4626
    • Local: Porto

Publicado 11 Outubro 2018 - 22:57

Sem desprimor para com as restantes mas a 8


Partilhar Post #15 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6218

Publicado 15 Outubro 2018 - 08:46

A acho que o convite à reflexão da APAF não resultou. ;)

Tenta colocar menos fotos e mais escolhdas. Por outro lado, concordo com a APAF, não é porque a thread tem comentários que necessariamente se deva acrescentar mais fotos.

Dito isto continuo a gostar das tuas fotos.

Editado por nbplopes, 15 Outubro 2018 - 09:06 .



Partilhar Post #16 _jn_

_jn_

  • Membro
  • Registo: 12/02/2010
  • Posts: 2877
    • Local: Estoril

Publicado 15 Outubro 2018 - 14:27

Continuo a gostar!!! A tua fotografia é pura, é ingénua, tem autenticidade, não é clichê e não tem rótulo.

 

São situações símples do dia a dia, algumas caricatas mas que acima de tudo se identificam connosco e que ao passamos por elas e não as "vemos" ou não achamos dignas de registo.

 

Gosto mesmo de ver este tipo de fotografia que cada vez é mais rara e menos valorizada na nossa siciedade demasiado preocupada com o superfulo e esquecida do essencial.

 

Obrigado e continua a fotografar o que vês e não o que te mostram.




IT Partilhar Post #17 Bagudae

Bagudae

  • Novo Membro
  • Registo: 24/08/2012
  • Posts: 9

Publicado 16 Outubro 2018 - 20:32

Obrigado pelos comentários.  :)




Partilhar Post #18 JUGULATOR

JUGULATOR

  • Membro
  • Registo: 31/03/2011
  • Posts: 247
  • Idade: 48
    • Local: Moimenta da Beira

Publicado 04 Novembro 2018 - 16:07

Gosto das fotos quase todas. Gosto da dinâmica e dos pormenores, parecem contar uma história.