Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Nils Jorgensen


  • Por favor inicie sessão para responder
25 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 08 Novembro 2014 - 13:50

74457-4715018-NJ_Joshua_016_d_b_srgbcnvs

 

 

http://www.nilsjorgensen.com/




Anúncios

Partilhar Post #2 pavas

pavas

  • Membro
  • Registo: 13/07/2012
  • Posts: 6614
  • Idade: 46
    • Local: Vila Nova de Gaia
    • Viva la Galeria Decay mas guapa del universo e entorno!

Publicado 08 Novembro 2014 - 15:02

É o Nils Jorgensen! Um Senhor fotógrafo com um humor refinadíssimo e uma relação com o que fotografa que dificilmente se encontra noutro autor. Um dos melhores da actualidade, sem dúvida alguma. É curioso que há bastantes pontos de contacto entre o trabalho do Nils e o do Matt Stuart mas o Matt Suart coloca o foco do humor no centro do discurso enquanto o Nils o foco é mais difícil de encontrar pois é bem mais versátil do que o Matt... embora eu seja um seguidor atento do trabalho delicioso do Matt Stuart. Já o humor caustico a roçar o cinismo do Parr é que não há maneira de se entranhar totalmente... é quese certo que me falta cultura visual e conhecimento para o conseguir contextualizar. Tem de ser isso.




Partilhar Post #3 psilocibo

psilocibo

  • Membro
  • Registo: 16/09/2011
  • Posts: 853
    • Local: Almada

Publicado 08 Novembro 2014 - 16:59

Não és só tu que tem um problema com o Parr...mas o Nils é muito bom mesmo


IT Partilhar Post #4 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 09 Novembro 2014 - 01:04

Oi. Num outro post o hdborges escreveu uma coisa que também sinto. Quanto mais leio, vêjo e faço fotografia mais eclética é a minha compreensão e por conseguinte o gosto. Ao mesmo tempo a minha exiogência vai aumentado, tanto para os outros como para mim mesmo. Por outro lado, maior tenho dificuldade em colocar a fotografia em caixinhas para lá das mais comuns, como o documental, a paisagem, street, moda, abstracto.

 

Já volto ao Parr.

 

Em um outro post ao lado defeniu-se os estilo de um autor como que deste como exemplo Pavas de "bressonista e apontou-se este, o Nils, como algo que se demarca do Bresson.

 

Discordo totalmente. Mas para isso é preciso conhecer a fotografia do HCB. Dois exemplos onde a fotografia do Nils tem pontes com a do HCB:

 

Photograph_of_Alberto_Giacometti_by_Cart

 

 

henricartierbresson_liverp_1.jpg

 

velosolex-cartier-bresson.jpg

 

Como podes obervar pelas justaposições e puzzles visuais do HCB nesta pequena amostra, até porque há muito mais poderia concluir que o Nils é bem mais bressonista do que o Nico Geerlings.

 

As pessoas tendem a associar fotografias  a cartier bresson que sejam bem compostas e tenham sido feitas em centros históricos, que tenham um ar antigo. Uma fotografia a cores, bem composta sobre uma "arquitectura" recente já não é bressonista para alguns, fotografia "moderna". Eu diria que é um erro, pois certamente se bresson hoje fosse vivo e com 30 anitos estaria a fazer fotos com o contexto citadino de hoje, e como tal com estruturas arquitectónicas modernas.

 

Um à partem, lisboa nesse aspecto é complicado porque é uma cidade com traços muito clássicos ...

 

Mas já que estamos a falar um pouco de Puzzle Games e justaposições não poderiamos deixar de falar de Lee Fridelander

 

 

421582.jpg

 

Com base nesta foto e muitas outras que podem procurar poderia também dizer que o Nillls é FFriendlarista ...

 

Bom, mas sem dúvida que não é Kertez ... pelo menos para já ...

 

tumblr_mn4p8wJ80R1qdrgo9o1_1280.jpg

 

f699f-andrekertesz-6.jpeg?w=705

 

Indo agora ao Parr. Bem o Parr é um excelente fotógrafo que "começou" por fazer coisas destas:

 

lon26970.jpg?w=489

 

E que depois desenvolveu um estilo a cores diferente quebrando muitas regras, ao ponto deo HCB dizer quando viu a sua exposição que ele era de outro mundo ... "whatever that is". A primeira vêz que ví as fotos a cores do Martin também estranhei de tão diferente que eram, do que estava habituado a observar por exemplo do HCB, nas depois entranha-se. A minha primeira impressão foi do tipo "What the hell" e não no bom sentido mas depois ... hehehe.

 

A ideia que tenho hoje da fotografia de rua é que há muitos géneros. Têm um tronco comum que vem da pintura em que o HCB sem dúvida é um génio. Nomeadamente da fotografia feita por ele pode-se observar o surgimento de muitos, e muitos, mas muitos ramos fotográficos na fotografia de rua, um deles o Nils claramente explorou e bem. Mas também o HCB não foi sem dúvida o único como se pode vêr com o Lee Friedlander e muitos outros conforme o seu "estilo".

 

Há um site no tumblr, denominado de Penome onde se podem observar também algumas coisas "estranhas":

 

tumblr_ndagl0SuJV1s94v6ho1_1280.jpg

 

Desculpa ter colocado tantas fotos a preto e branco, mas serve apenas para vincar a ideia que não é por ser a cores que um estilo é mais ou menos distante do que outros.


Editado por nbplopes, 09 Novembro 2014 - 01:44 .



Partilhar Post #5 Camara Lenta

Camara Lenta

  • Membro
  • Registo: 28/09/2014
  • Posts: 4225

Publicado 09 Novembro 2014 - 01:56

boas

eu tenho andado a acompanhar os vossos posts e desde já agradeço as referências a autores, que vocês incluem nos mesmos,  uma vez que me tem servido para passar o tempo a ver fotografia interessante e ir ao mesmo tempo construindo o meu acervo de links e referencias. 

Gostava de fazer uma pergunta.. assim em três ou quatro palavras (sem ser um post de 2km a nbplopes) qual é a essência da fotografia de rua? a captura do insólito e do absurdo ... do "cartoon" fotográfico por assim dizer?

 

(pelo) menos destes autores que vocês referiram recentemente, olhando para os trabalhos deles é a ideia com que fico... 

 

já agora... há alguma obra publicada sobre fotografia que eu deveria ler/ver antes de morrer? ;)




IT Partilhar Post #6 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 09 Novembro 2014 - 10:25

Qual é a essência da condição humana?

 

Qual é a essência da sociedade humana?

 

Dê respostas com fotografias a estas questões estará a fazer fotografia de rua.

 

É isso creio que este fotógrafos procuram dar resposta com as suas fotografias. O "cartoon" fotográfico é muitas vêzes confundido com o momento decisivo de facto. Ao ponto que tudo o que não tenha uma cheirinho de "cartoonista" não é boa fotografia de rua.

 

Mas isso é um sinal dos tempos de hoje também e não está apenas presente na fotografia de rua. Até na fotografia de Paisagem, no Urbex, no Decay .... Até se confunde com criatividade.

 

Mas honestamente pese embora limitativa na minha opinião não é uma má forma de pensar fotografia, até porque é fácilmente digerível como se tem vindo a demonstrar. Comece por aí. E com UGAs então é mais fácil obter esse look.


Editado por nbplopes, 09 Novembro 2014 - 10:50 .



Partilhar Post #7 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 10 Novembro 2014 - 10:14

Lá por o Bresson ter feito fotos destas, não quer dizer que seja essa a "obra" dele. Tb fez retratos e não se considerava um retratista....

 

Continuo a dizer que o Bresson e o Nills são estilos diferentes, porque será que as pessoas associam o Bresson a um estilo mais clássico da fotografia ? Alguma razão há-de ser, até nas escolas de fotografia  o fazem, então no IPF..

 

O bresson era fotografo, ponto, fez varias coisas, em várias idades. É normal que tenha evoluido, e há obras dele que ficam mais na retina que outras. E sabes quais são, não é?

 

O Nills é mais pictórico e com um Humor diferente, mas tb são outros tempos. Secalhar se o Bresson fosse comteporaneo andava a fotografar coisas completamente diferentes e a tentar criar um estilo próprio.




IT Partilhar Post #8 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 10 Novembro 2014 - 10:46

O Bresson porventura tem mais fotos pictóriicas que o Nills tem. Portanto não é tanto "lá por o Bresson ter feito fotos destas".

 

As fotos famosas do Bresson não definem o seu estilo. O seu estilo é determinado por toda a sua obra, não por 20 fotos que mais aparecem na Net.

 

Óbviamente são estilos diferentes, são diferentes fotógrafos. Mas honestamente creio que não são tão diferentes quanto isso relativamente a "Puzzle Games".

 

Mas não é por acaso que as fotografias mais famosas do HCB não são "Puzzle Games" apesar de também serem muitas delas excelentes a par do Nils e, são as fotografias mais Humanistas á falta de melhor termo.

 

Tem a haver com a natureza do próprio "Puzzle Games", não com a excelente qualidade do Nils. É como a piada que olhas, riste imenso, mas pouco tempo depois queres dizer a piada e não te lembras. Como o Stand Up comedy.

 

Coisa que não acontece com as fotos mais Humanistas como as por exemplo de outro fotógrafo, o Alex Webb e muitos outros que têm um cunho "menos abstracto".

 

São tempos diferentes logo cenários diferentes, mais modernaços, mas isso não implica que a ligauagem visual fotográfica seja muito diferente no que se refere ao género que o Nils apresenta.

 

Se me disseres que a liguagem visual do Martin Parrr, Friedlander ou do Ed Peters é muito diferente da do HCB concordaria mas não vêjo tanto essa diferença no Nils.

 

Quanto ao IPF colocar as fotos do Bresson num estilo mais clássico não discuto nem deixo de discutir. Não é esse o meu ponto de comparação nem acho que seja isso que faça uma foto melhor ou pior, mais ou menos interessante. Mas o que é que define uma liguagem fotografica ser mais clássica ou mais contemporênea? O Friedlander é cássico ou contemporâneo? Então e o Robert Frank? São autores cuja linguagem visual me parece bem mais destinta do HCB do que o Nils é de um subset do HCB, pelo menos para já e pelo que pude obsevar. Então e o Alex Webb é clássico ou contemporâneo? Também me parece ter uma linguagem visual bem diferente do HCB.

 

O Nils é sem dúvida um grande fotografo para mim. Apenas discordei quando se disse que é um "departure" do HCB, da fotografia Clássica se quiseres.

 

Quanto ao HCB "evoluir" certamente que sim. Mas não é por fazer uma fotografia mais humanista em determinada altura e em outra virar-se mais para o "Puzzle Games" que essa evolução se manifesta, Porque aí seria admitir que esta segunda modalidade é um aperfeiçoamento da primeira, uma evolução, coisa que não é o meu intendimento. 


Editado por nbplopes, 10 Novembro 2014 - 10:56 .



Partilhar Post #9 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 10 Novembro 2014 - 10:56

O Bresson porventura tem mais fotos pictóriicas que o Nills tem. Portanto não é tanto "lá por o Bresson ter feito fotos destas".

 

As fotos famosas do Bresson não definem o seu estilo. O seu estilo é determinado por toda a sua obra, não por 20 fotos que mais aparecem na Net.

 

Óbviamente são estilos diferentes, são diferentes fotógrafos. Mas honestamente creio que não são tão diferentes quanto isso relativamente a "Puzzle Games".

 

Mas não é por acaso que as fotografias mais famosas do HCB não são "Puzzle Games" apesar de também serem muitas delas excelentes a par do Nils e, são as fotografias mais Humanistas á falta de melhor termo.

 

Tem a haver com a natureza do próprio "Puzzle Games", não com a excelente qualidade do Nils. É como a piada que olhas, riste imenso, mas pouco tempo depois queres dizer a piada e não te lembras. Como o Stand Up comedy.

 

Coisa que não acontece com as fotos mais Humanistas como as por exemplo de outro fotógrafo, o Alex Webb e muitos outros que têm um cunho "menos abstracto".

 

São tempos diferentes logo cenários diferentes, mais modernaços, mas isso não implica que a ligauagem visual fotográfica seja muito diferente no que se refere ao género que o Nils apresenta.

 

Se me disseres que a liguagem visual do Martin Parrr, Friedlander ou do Ed Peters é muito diferente da do HCB concordaria mas não vêjo tanto essa diferença no Nils.

 

Quanto ao IPF colocar as fotos do Bresson num estilo mais clássico não discuto nem deixo de discutir. Não é esse o meu ponto de comparação nem acho que seja isso que faça uma foto melhor ou pior, mais ou menos interessante.

 

Tu proprio admites que as fotos mais famosoas do Bresson não são os Puzzle Games, mas sim as "Humanisticas"....

 

Se não discutes se o Bresson tem um estilo mais classico, que hei-de fazer ?

Esse é o meu ponto de comparação, e não tem nada haver se a foto é melhor ou pior, são estilos e gostos.




IT Partilhar Post #10 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:07

Tu proprio admites que as fotos mais famosoas do Bresson não são os Puzzle Games, mas sim as "Humanisticas"....

 

Se não discutes se o Bresson tem um estilo mais classico, que hei-de fazer ?

Esse é o meu ponto de comparação, e não tem nada haver se a foto é melhor ou pior, são estilos e gostos.

 

Mas estamos a falar de fotografia ou das coisa que aparecem no "top of the pops". É que para mim um estilo de um artista não se define apenas pelo que aparece nesses "charts".

 

O Nils está neste momento a fazer mais "Puzzle Games" que para mim não surgem com uma linguagem visual fotográfica tão diferente do que se fazia á 40 anos atrás, daqui a uns anos pode estar interessado em outras coisas. Se queres que te diga, o as fotografias que tem publicadas são ainda tão poucas que não sei te dizer qual é o estilo dele.

 

Mas não é por não ser muito diferente para mim que é menos bom. É efectivamente muito bom.

 

O que me parece é que nessas escolas tipo IPF o que está na moda é o "Contemporâneo", pelo menos é o que me parece que os estudantes retêm e procuram a todo o custo. What's the point?

 

O melhor é mesmo observar a estética na pintura e na literatura na minha opinião. Ou então em nichos fotográficos .... Penso que é daí que poderam surgir coisas novas.


Editado por nbplopes, 10 Novembro 2014 - 11:09 .



Partilhar Post #11 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:22

Acho que o Nills com o que tem produzido dá para ter uma noção do que é como artista, tem um estilo p´roprio, mas é a minha opinião.

Talvez mude de estilo daqui a uns anos, talvez queira fazer coisas diferentes, talvez saía uma borrada, mas está no seu direito.

 

Isto é como os musicos. Os U2 depois de Achtung Baby "acabaram". Não fizeram mais nada de jeito, quiseram fazer coisas diferentes e deu no que deu...

 

No IPF, comteporaneo não é palavra de ordem, são muito classicos, ao contrario da ARCO por exemplo.

Andarmos sempre à procura de coisas novas não tem que ser forçosamente Bom. Corremos o risco de não apreciar devidamente o Bom que já se fez e dar importância ao "moderno" e à moda...




IT Partilhar Post #12 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:30

Sim xabita é muito bom artista isso não há duvida. Qualquer artista acaba por ter um estilo próprio.

 

Quanto aos U2 por exemplo discordo, e se formos vêr os charts também discordariam contigo. É uma banda Pop & Rock em que a determinada altura penso que deixou de ter um discurso menos interventivo ... aparentemente.


Editado por nbplopes, 10 Novembro 2014 - 11:32 .



Partilhar Post #13 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:56

Sim xabita é muito bom artista isso não há duvida. Qualquer artista acaba por ter um estilo próprio.

 

Quanto aos U2 por exemplo discordo, e se formos vêr os charts também discordariam contigo. É uma banda Pop & Rock em que a determinada altura penso que deixou de ter um discurso menos interventivo ... aparentemente.

 

Hahaha, para os U2 os charts já são a bitola, e para o Bresson as fotos que mais aparecem na net não são ? :D




IT Partilhar Post #14 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:58

@xabita,

 

A forma como vêjo a fotografia é como uma árvore com muitos ramos. Em que cada ramo apresenta uma linguagem visual destinta do outro, ás vêzes mais, outras vêzes mnos pesa embora partilham um troncos comuns. Há fotógrafos que saltam de ramo para ramo como passarinhos, outros matêm-se no mesmo ramo do princípio ao fim. A sua obra normalmente é constituídas de traços com multiplos ramos.

 

A taxonomia do Clássico vs Moderno vs Contemporâneo vs ...  parece-me que tem uma base temporal que é uma que considero muito pobre e pouco eficiente. Há fotos de pessoas por exemplo de 1900 que me parecem ter uma liguagem visual semelhante de muitas que vêjo hoje e assim sucessivamente.

 

O estilo do fotógrafo vê-se em toda a sua obra e ao longo do tempo vai mostrando o que é capaz de fazer conforme os seus interesses. E também a sua capacidade de transpor para a imagem aquilo que observa vai evoluindo com a experiência e muito trabalho.


Editado por nbplopes, 10 Novembro 2014 - 12:03 .



IT Partilhar Post #15 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 10 Novembro 2014 - 11:59

Hahaha, para os U2 os charts já são a bitola, e para o Bresson as fotos que mais aparecem na net não são ? :D

 

Heheh, aí está a ironia da minha observação :)




Partilhar Post #16 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 10 Novembro 2014 - 12:04

@xabita,

 

A forma como vêjo a fotografia é como uma árvore com muitos ramos. Em que cada ramo apresenta uma linguagem visual destinta do outro, ás vêzes mais, outras vêzes mnos pesa embora partilham um troncos comuns. Há fotógrafos que saltam de ramo para ramo como passarinhos, outros matêm-se no mesmo ramo do princípio ao fim. A sua obra normalmente é constituídas de traços com multiplos ramos.

 

A taxonomia do Clássico vs Moderno vs Contemporâneo vs ...  parece-me que tem uma base temporal que é uma que considero muito pobre e pouco eficiente. Há fotos de pessoas por exemplo de 1900 que me parecem ter uma liguagem visual semelhante de muitas que vêjo hoje e assim sucessivamente.

 

O estilo do fotógrafo vê-se em toda a sua obra e ao longo do tempo vai mostrando o que é capaz de fazer.

 

:th_up:

 

É a evolução natural das coisas. Gostamos de coisas, que daqui a uns anos já não nos dizem tanto, e preferimos obras mais complexas e completas. Pelo menos para nós.




Partilhar Post #17 Camara Lenta

Camara Lenta

  • Membro
  • Registo: 28/09/2014
  • Posts: 4225

Publicado 11 Novembro 2014 - 22:51

49683223_59c307db87_s.jpgturner by Nils Jorgensen, on Flickr

 

este Nils Jorgensen anda a plagiar o Jorge Pena

 

http://www.1x.com/ph...theme:66:leader

 

desculpem lá o link , não vou copiar isto para o meu flicker pra poder postar


Editado por Camara Lenta, 11 Novembro 2014 - 22:52 .



Partilhar Post #18 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 11 Novembro 2014 - 23:36

É capaz de ser o contrário...A do Nils é de 2005 e desse Pena de 2013, mas isso são pormenores :D




Partilhar Post #19 Camara Lenta

Camara Lenta

  • Membro
  • Registo: 28/09/2014
  • Posts: 4225

Publicado 12 Novembro 2014 - 00:01

É capaz de ser o contrário...A do Nils é de 2005 e desse Pena de 2013, mas isso são pormenores :D

o que é mais triste é que essa foto foi 1º prémio do tema da semana dessa bosta de site... tem o selo 1x.. ou seja 'e uma foto aprovada pelos "curadores".. eles gabam-se de aprovar sómente 3.5% das fotos submetidas... :pout:  


Editado por Camara Lenta, 12 Novembro 2014 - 00:02 .



Partilhar Post #20 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 12 Novembro 2014 - 09:01

Mas continua a ser uma boa foto, não vejo mal nenhum em ter ganho o premio.