Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Mais uma galeria do Flick


  • Por favor inicie sessão para responder
11 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 pavas

pavas

  • Membro
  • Registo: 13/07/2012
  • Posts: 6614
  • Idade: 46
    • Local: Vila Nova de Gaia
    • Viva la Galeria Decay mas guapa del universo e entorno!

Publicado 05 Novembro 2014 - 15:46

Uma galeria do Flick de um street photographer muito interessante (para mim). Simples mas bonito.

 

https://www.flickr.c...nico_geerlings/




Anúncios

Partilhar Post #2 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 05 Novembro 2014 - 16:08

É certinho, direitinho. Coisas à lá Bresson, com todo o respeito claro.

 

Eu gosto mais disto hoje em dia, pode ser que tb gostes....

http://www.nilsjorge...com/black-white

 

E o coletivo dele

http://www.in-public...nsen/gallery/60




IT Partilhar Post #3 pavas

pavas

  • Membro
  • Registo: 13/07/2012
  • Posts: 6614
  • Idade: 46
    • Local: Vila Nova de Gaia
    • Viva la Galeria Decay mas guapa del universo e entorno!

Publicado 05 Novembro 2014 - 16:17

O Nils Jorgensen é outro nível, claro... ainda me lembro da primeira foto que vi dele (a do senhor a apanhar o chapéu e a levar um chuto da estátua) e o impacto foi imediato. A galeria que aqui postei é de um fotógrafo amador e muito mais straight, que apesar de tudo prima pela simplicidade e beleza da luz e da edição. São dois mundos diferentes e embora um me entusiasme muito mais o outro acalma-me a mente de forma também interessante.

 

Fica bem Xabita.




Partilhar Post #4 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 05 Novembro 2014 - 16:20

O Nils Jorgensen é outro nível, claro... ainda me lembro da primeira foto que vi dele (a do senhor a apanhar o chapéu e a levar um chuto da estátua) e o impacto foi imediato. A galeria que aqui postei é de um fotógrafo amador e muito mais straight, que apesar de tudo prima pela simplicidade e beleza da luz e da edição. São dois mundos diferentes e embora um me entusiasme muito mais o outro acalma-me a mente de forma também interessante.

 

Fica bem Xabita.

 

:th_up:

Boa descrição.




Partilhar Post #5 ruicarv79

ruicarv79

  • Membro
  • Registo: 04/02/2011
  • Posts: 4720
    • Local: Porto

Publicado 05 Novembro 2014 - 16:21

é de um fotógrafo amador e muito mais straight

Orientações sexuais à parte :D , tendo a concordar com o Xabita. É um bocadinho certinho demais, tornando-se algo monótono quando vês algumas fotos. (o que não quer dizer que não tenha ali algumas boas fotos)




Partilhar Post #6 Samwise

Samwise

  • Membro
  • Registo: 03/03/2011
  • Posts: 2875
  • Idade: 44
    • Local: Lisboa

Publicado 07 Novembro 2014 - 14:32

Uma galeria do Flick de um street photographer muito interessante (para mim). Simples mas bonito.

 

https://www.flickr.c...nico_geerlings/

 

É certinho, direitinho. Coisas à lá Bresson, com todo o respeito claro.

 

Eu gosto mais disto hoje em dia, pode ser que tb gostes....

http://www.nilsjorge...com/black-white

 

E o coletivo dele

http://www.in-public...nsen/gallery/60

 

Gostei de ambas. A primeira mais "geométrica", a segunda mais "inventiva" (e bastante divertida). Não associo com tanta facilidade a ideia de "certinho e direitinho" ao Bresson, pelo menos na comparação que é feita com a galeria em questão.

 

Uma pergunta... se uma boa parte das fotos na galeria do Jorgensen tivessem sido "orquestradas" (algumas dão mesmo essa ideia), olhariam para elas com outros olhos (menos abonatórios, porventura)?


Editado por Samwise, 07 Novembro 2014 - 14:34 .



Partilhar Post #7 xabita

xabita

  • Membro
  • Registo: 09/02/2009
  • Posts: 1850
  • Idade: 45
    • Local: Lisboa

Publicado 07 Novembro 2014 - 14:40

Gostei de ambas. A primeira mais "geométrica", a segunda mais "inventiva" (e bastante divertida). Não associo com tanta facilidade a ideia de "certinho e direitinho" ao Bresson, pelo menos na comparação que é feita com a galeria em questão.

 

Uma pergunta... se uma boa parte das fotos na galeria do Jorgensen tivessem sido "orquestradas" (algumas dão mesmo essa ideia), olhariam para elas com outros olhos (menos abonatórios, porventura)?

 

Algumas do Bresson tb são orquestradas....
Mas não estamos a falar do Bresson, mas sim da primeira galeria, onde disse que era no estilo do Bresson.




Partilhar Post #8 Samwise

Samwise

  • Membro
  • Registo: 03/03/2011
  • Posts: 2875
  • Idade: 44
    • Local: Lisboa

Publicado 07 Novembro 2014 - 19:41

Algumas do Bresson tb são orquestradas....
Mas não estamos a falar do Bresson, mas sim da primeira galeria, onde disse que era no estilo do Bresson.

 

Não percebi o sentido da segunda frase... :P  (estamos ou não a falar do Bresson? :D )

 

A minha pergunta, contudo, ia noutro sentido que não tem mesmo nada a ver com o Bresson nem com a primeira galeria.

 

Queria saber se consideram que a colocação propositada e orientada dos elementos humanos nas imagens do Jorgensen as torna de alguma maneira "menos boas" (em alternativa a serem "espontâneas", captando insólitos não planeados).




Partilhar Post #9 LealG

LealG

  • Membro
  • Registo: 13/03/2013
  • Posts: 4350

Publicado 14 Novembro 2014 - 09:28

Não percebi o sentido da segunda frase... :P  (estamos ou não a falar do Bresson? :D )

 

A minha pergunta, contudo, ia noutro sentido que não tem mesmo nada a ver com o Bresson nem com a primeira galeria.

 

Queria saber se consideram que a colocação propositada e orientada dos elementos humanos nas imagens do Jorgensen as torna de alguma maneira "menos boas" (em alternativa a serem "espontâneas", captando insólitos não planeados).

 

Boas Sam

 

Pessoalmente, se o momento não é espontâneo e tenta passar a ideia que o é, não gosto.

Quando é assumidamente orientada não me faz confusão.

 

Gostava de ouvir mais comentários sobre a tua pergunta e já agora se vos parece que algumas fotos do Bresson foram orientadas.

:th_up:




Partilhar Post #10 Luso

Luso

  • Membro
  • Registo: 21/03/2013
  • Posts: 156

Publicado 14 Novembro 2014 - 12:59

É certinho, direitinho. Coisas à lá Bresson, com todo o respeito claro.

 

Eu gosto mais disto hoje em dia, pode ser que tb gostes....

http://www.nilsjorge...com/black-white

 

 

 

Deveras, que excelente trabalho...




Partilhar Post #11 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6612

Publicado 14 Novembro 2014 - 13:13

Oi, a minha opinião é quando a foto é boa "who cares". Eu gosto de fotos surpreendentes no sentido que me despertem emoções que não estou á espera (trespassam a razão).

 

Dito isto, nenhuma da foto do Nils me parece ser encenada. Se vcs andarem na rua tanto quanto esta gente anda e trabalharem tanto quanto esta gente trabalha em fotografia o inusitado acontece á volta, conseguir apanhar a tempo são outros tantos.

 

É preciso ter em atenção que pessoa como por exemplo o Matt Stuart estão a aprender e a desenvolver a sua fotografia há 18 anos.

 

Não estou a dizer que qualquer pessoa conseguiria fazer o mesmo, muita gente há com essa experiência que não consegue, e outros tantos com menos experiência que conseguem, mas penso que isso diz um pouco sobre o processo necessário para se conseguir um número considerável de fotos de grande qualidade. 


Editado por nbplopes, 14 Novembro 2014 - 13:14 .



Partilhar Post #12 Luso

Luso

  • Membro
  • Registo: 21/03/2013
  • Posts: 156

Publicado 14 Novembro 2014 - 14:19

Eu tenho o livro dos 50 anos da magnum e tinha visto a fotografia em que está o individuo no multibanco com as pernas abertas e o liquido no chão e muito honestamente passou-me um pouco ao lado, talvez por uma questão da quantidade de fotografias que o livro tem ou a qualidade de muitas, no entanto concordo que se uma fotografia é boa..é boa, mas se o intuito é a captação de um momento creio que fará mais sentido que seja expontaneo e não "orquestrado" senão embora o resultado visual seja "uma boa fotografia" o peso do timing por detrás da percepção do fotografo é inexistente.