Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Qual o revelador que usam?


  • Por favor inicie sessão para responder
37 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 29 Setembro 2014 - 13:32

Viva,

 

Comecei a revelar P&B com filmes da Agfa e Kentmere. Desde o inicio que tenho usado id11 da Ilford para estes filmes e resulta relativamente bem.

 

No entanto mudei agora para Kodak Tri-x e, como se me acabou o revelador estou a equacionar mudar.

 

Tenho procurado na net, mas basicamente cada um usa o que quer e a (des)informação é grande e difícil de processar, por isso pergunto-vos o que gostam de usar e porquê.

 

Estou inclinado para D76 da Kodak pois parece ser um revelador equilibrado, que não adiciona muito contraste e com um grão controlado. Mas tenho ainda muitas dúvidas.

 

Ai está, o que usam e porquê?




Anúncios

Partilhar Post #2 pavas

pavas

  • Membro
  • Registo: 13/07/2012
  • Posts: 6614
  • Idade: 46
    • Local: Vila Nova de Gaia
    • Viva la Galeria Decay mas guapa del universo e entorno!

Publicado 29 Setembro 2014 - 16:16

Tinto, de preferência novo, Alentejo... revelam-se novos horizontes a cada copo! Sorry!!!  :) não resisti.




IT Partilhar Post #3 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 29 Setembro 2014 - 18:10

Tinto, de preferência novo, Alentejo... revelam-se novos horizontes a cada copo! Sorry!!!  :) não resisti.

 

Nesse sentido revelamos 2 garrafinhas de Vargas de 2012 (bom e a bom preço) este fds que foi um mimo. Não é do douro, mas podes experimentar.  :th_up:




Partilhar Post #4 Iloper

Iloper

  • Membro
  • Registo: 09/09/2008
  • Posts: 4024

Publicado 30 Setembro 2014 - 05:50

Andas nas revelações? Muito bem... Eu ainda não dei esse passo. Vai relatando como corre




IT Partilhar Post #5 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 30 Setembro 2014 - 07:03

Andas nas revelações? Muito bem... Eu ainda não dei esse passo. Vai relatando como corre

 

Já o faço há uns meses. É bem mais simples do que imaginas.




Partilhar Post #6 Fred Carvalhal

Fred Carvalhal

  • Membro
  • Registo: 31/10/2012
  • Posts: 109
  • Idade: 41
    • Local: Seixal

Publicado 30 Setembro 2014 - 12:59


Tenho lá em casa um bom revelador, posso fazer um preço simpático!!!


Partilhar Post #7 aflc

aflc

  • Membro
  • Registo: 05/02/2008
  • Posts: 1439
  • Idade: 40
    • Local: Porto

Publicado 30 Setembro 2014 - 14:02

Viva,

 

Comecei a revelar P&B com filmes da Agfa e Kentmere. Desde o inicio que tenho usado id11 da Ilford para estes filmes e resulta relativamente bem.

 

No entanto mudei agora para Kodak Tri-x e, como se me acabou o revelador estou a equacionar mudar.

 

Tenho procurado na net, mas basicamente cada um usa o que quer e a (des)informação é grande e difícil de processar, por isso pergunto-vos o que gostam de usar e porquê.

 

Estou inclinado para D76 da Kodak pois parece ser um revelador equilibrado, que não adiciona muito contraste e com um grão controlado. Mas tenho ainda muitas dúvidas.

 

Ai está, o que usam e porquê?

Sem dúvida que a net é uma grande confusão. E até há informação pura e simplesmente errada. 

 

Não me parece que ganhes muita coisa em trocar ID11 por D76. São o mesmo revelador em formulações ligeiramente diferentes da Ilford e da Kodak. A diferença está nos "preservantes". Os elementos activos e a concentração são as mesmas (hidroquinona e metol). 

 

Eu não gostei da minha experiência curta com ID-11. 

 

Antes de sugerirmos qualquer revelador penso que era útil dizeres o que não gostas do ID11 e o que queres que seja melhor (nitidez, grão, tons, "velocidade" do filme, etc). Também é importante saber se queres imprimir o filme tradicionalmente (ampliador) ou se o vais "scanar".

 

Também tens de ter presente que é tão importante o revelador, como o filme que usas e a forma como estás a decidir a exposição. Existe uma tendência natural muito grande para sub-expor o filme e sobre-revelar. Como deves saber, com filme negativo, controlas as sombras e os meios tons com a exposição e as altas luzes com a revelação. 

 

Abraço,

 

Alexandre


Editado por aflc, 30 Setembro 2014 - 14:03 .



IT Partilhar Post #8 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 30 Setembro 2014 - 18:00

Viva Alexandre,

 

Obrigado pela resposta. Vou tentar responder às tuas questões o melhor possível:

 

O que não gostei no id11, não há algo necessariamente errado com os resultados que tenho obtido, se bem que gostaria que o contraste fosse mais acentuado. 

 

Actualmente apenas digitalizo o filme. Não tenho planos no imediato para imprimir as imagens por processos analógicos.

 

Iniciei-me nos processos analógicos à uns meses, e ainda estou a explorar diferentes filmes e químicos na tentativa de chegar a uma estética que me agrade. Basicamente ando a experimentar. Não é algo que controle ao ponto de conseguir conjugar a exposição do filme e a sua revelação para obter o resultado desejado.




Partilhar Post #9 Rodinal

Rodinal

  • Em Validação
  • Registo: 08/02/2008
  • Posts: 271

Publicado 30 Setembro 2014 - 21:18

Boas.

Já usei ID-11, Microphen, Ilfolsol, Perceptol, D-76, Rodinal e X-tol, assim que me lembre de repente.

O que mais usei foi sem dúvida o Rodinal e acho que ninguém merece dizer que revela sem o experimentar, hehe.

Agora um pouco mais a sério, os reveladores vão-se alternando conforme me apetece mas tenho sempre um frasco de Rodinal, até porque dura uma eternidade, quer pela pouca quantidade usada quer pela longevidade.

Ultimamente tenho usado o X-tol mas acabou-se e fiz um caldeiro de D-76.

Abraço.




IT Partilhar Post #10 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 30 Setembro 2014 - 22:19

Viva Rodinal,

 

Obrigado pelo comentário. Porquê o Rodinal? Qual a vantagem?




Partilhar Post #11 Gonçalo-Rodrigues

Gonçalo-Rodrigues

  • Membro
  • Registo: 09/01/2011
  • Posts: 1140
  • Idade: 33
    • Local: Lisboa

Publicado 01 Outubro 2014 - 09:43

Eu uso o Ilfosol 3 para Trix-x.
Bom contraste, pouco grão.

Agora, para peliculas com ASA maior, xtol/rodinal serão melhores.




Partilhar Post #12 aflc

aflc

  • Membro
  • Registo: 05/02/2008
  • Posts: 1439
  • Idade: 40
    • Local: Porto

Publicado 01 Outubro 2014 - 10:34

Viva Alexandre,

 

Obrigado pela resposta. Vou tentar responder às tuas questões o melhor possível:

 

O que não gostei no id11, não há algo necessariamente errado com os resultados que tenho obtido, se bem que gostaria que o contraste fosse mais acentuado. 

 

Actualmente apenas digitalizo o filme. Não tenho planos no imediato para imprimir as imagens por processos analógicos.

 

Iniciei-me nos processos analógicos à uns meses, e ainda estou a explorar diferentes filmes e químicos na tentativa de chegar a uma estética que me agrade. Basicamente ando a experimentar. Não é algo que controle ao ponto de conseguir conjugar a exposição do filme e a sua revelação para obter o resultado desejado.

Obter muito contraste global não é desejável para um negativo cujo destino seja o scanner. Isso é algo que podes sempre manipular posteriormente no ficheiro digitalizado. 

 

Se estivermos a falar de microcontraste ou de separação dos tons, esse já é um aspecto bastante importante, mas que resulta tanto do revelador como da escolha de filme. O TriX parece-me uma boa escolha para teres mais contraste e microcontraste. Pessoalmente gosto do TriX para fotografia de rua. Se forem motivos mais "paisagísticos" prefiro o Tmax 400. O grão é mais fino, é menos contrastado e gosto muito dos tons. 

 

Pessoalmente nunca utilizaria o Rodinal se pretendesse "scannar" o filme. O meu scanner (epson V750) exagera o grão do filme (versus por exemplo um Imacon). O Rodinal nas diluições mais habituais dá bastante grão e modifica o aspecto do grão, de uma forma que não joga bem com os scanners. A verdade é que os meus exemplos de Rodinal não foram revelados por mim, mas há outras pessoas com a mesma opinião. Se eu fosse imprimir de forma tradicional, definitivamente daria outra hipótese ao Rodinal. Os meus TriX com Rodinal são uma "tempestade" de grão e contraste. Se eu fosse o Paulo Nozolino ficaria muito satisfeito :P 

 

Em diluições menores ou mesmo com revelações paradas (stand development) dizem o Rodinal produz grão mais fino e um efeito compensante. Nunca experimentei, mas não gosto desse tipo de revelações. Quando funcionam é espetacular. Quando não funcionam ficas com um negativo manchado, sem que dê para perceber o que correu mal. 

 

Se quiseres um revelador simples, fácil e barato experimenta o Xtol. Consegues obter grão fino. Podes também manipular o microcontraste experimentando com diluições diferentes. Eu gostei do Xtol 1+2. 

 

Nos forums específicos de grande formato encontrei muitas referências ao Catecol e às suas muitas variantes. Nos últimos meses só uso o Pyrocat HD. Na minha experiência (limitada: além do Pyro só experimentei ID11, Xtol e Rodinal) é claramente superior a tudo o resto. É nítido, tem grão fino, efeito compensante (limita a revelação das altas luzes) e excelentes tons. É excelente para "scannar". Existe muita informação sobre os tempos de revelação com os filmes disponíveis em chapas. Pode ser difícil encontrar informação para filmes só disponíveis no formato 135. 

 

Abraço,

Alexandre




IT Partilhar Post #13 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 01 Outubro 2014 - 12:06

Eu uso o Ilfosol 3 para Trix-x.
Bom contraste, pouco grão.

Agora, para peliculas com ASA maior, xtol/rodinal serão melhores.

 

Obrigado Gonçalo  :th_up:




IT Partilhar Post #14 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 01 Outubro 2014 - 12:10

Obter muito contraste global não é desejável para um negativo cujo destino seja o scanner. Isso é algo que podes sempre manipular posteriormente no ficheiro digitalizado. 

 

Se estivermos a falar de microcontraste ou de separação dos tons, esse já é um aspecto bastante importante, mas que resulta tanto do revelador como da escolha de filme. O TriX parece-me uma boa escolha para teres mais contraste e microcontraste. Pessoalmente gosto do TriX para fotografia de rua. Se forem motivos mais "paisagísticos" prefiro o Tmax 400. O grão é mais fino, é menos contrastado e gosto muito dos tons. 

 

Pessoalmente nunca utilizaria o Rodinal se pretendesse "scannar" o filme. O meu scanner (epson V750) exagera o grão do filme (versus por exemplo um Imacon). O Rodinal nas diluições mais habituais dá bastante grão e modifica o aspecto do grão, de uma forma que não joga bem com os scanners. A verdade é que os meus exemplos de Rodinal não foram revelados por mim, mas há outras pessoas com a mesma opinião. Se eu fosse imprimir de forma tradicional, definitivamente daria outra hipótese ao Rodinal. Os meus TriX com Rodinal são uma "tempestade" de grão e contraste. Se eu fosse o Paulo Nozolino ficaria muito satisfeito :P

 

Em diluições menores ou mesmo com revelações paradas (stand development) dizem o Rodinal produz grão mais fino e um efeito compensante. Nunca experimentei, mas não gosto desse tipo de revelações. Quando funcionam é espetacular. Quando não funcionam ficas com um negativo manchado, sem que dê para perceber o que correu mal. 

 

Se quiseres um revelador simples, fácil e barato experimenta o Xtol. Consegues obter grão fino. Podes também manipular o microcontraste experimentando com diluições diferentes. Eu gostei do Xtol 1+2. 

 

Nos forums específicos de grande formato encontrei muitas referências ao Catecol e às suas muitas variantes. Nos últimos meses só uso o Pyrocat HD. Na minha experiência (limitada: além do Pyro só experimentei ID11, Xtol e Rodinal) é claramente superior a tudo o resto. É nítido, tem grão fino, efeito compensante (limita a revelação das altas luzes) e excelentes tons. É excelente para "scannar". Existe muita informação sobre os tempos de revelação com os filmes disponíveis em chapas. Pode ser difícil encontrar informação para filmes só disponíveis no formato 135. 

 

Abraço,

Alexandre

 

Obrigado Alexandre  :th_up:

 

Após ler os comentários de todos e as tuas explicações parece-me que XTOL é a minha melhor opção por agora.

 

Pyrocat HD parece ser dispendioso e difícil de encontrar (não estou preparado para fazer as minhas misturas). Numa escala de fácil a conseguir um governante honesto e competente para o país , parece-me que o Xtol fica do lado do fácil e o Pyrocat HD mais para o outro.

 

Embora ache que o processo de revelação seja simples de fazer é difícil de fazer bem e de forma consistente. E eu ainda estou a aprender os básicos.

 

Obrigado a todos os que participaram.  :th_up:




Partilhar Post #15 Rhodes

Rhodes

  • Membro
  • Registo: 17/02/2010
  • Posts: 85

Publicado 01 Outubro 2014 - 16:37

Se quiser usar um revelador "stain" já em concentrado líquido, tente o FINOL ou o TANOL da Moersh, são os que o uso.

Uso também o XTOL assim como o kodak T-max para quando puxo tri-x a 1600 ou quando uso o delta 3200.

Rodinal era optimo para os filmes agfa (velha emulsão do APX 100) e uso-o para revelar quando quero algum grão ou negativos com bom contraste e definição. Uso também para revelar XP2+ e tenho sempre bons resultados!




IT Partilhar Post #16 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 01 Outubro 2014 - 18:18

Se quiser usar um revelador "stain" já em concentrado líquido, tente o FINOL ou o TANOL da Moersh, são os que o uso.
Uso também o XTOL assim como o kodak T-max para quando puxo tri-x a 1600 ou quando uso o delta 3200.
Rodinal era optimo para os filmes agfa (velha emulsão do APX 100) e uso-o para revelar quando quero algum grão ou negativos com bom contraste e definição. Uso também para revelar XP2+ e tenho sempre bons resultados!

Obrigado pela informação Rhodes.

Entretanto já encomendei o xtol, mas fiquei curioso com os reveladores stain que.desconhecia por completo. Entre o que.disse e o.que o Alexandre disse.tenho muito para pesquisar, ler e aprender.


Partilhar Post #17 Rodinal

Rodinal

  • Em Validação
  • Registo: 08/02/2008
  • Posts: 271

Publicado 01 Outubro 2014 - 18:28

Viva Rodinal,

 

Obrigado pelo comentário. Porquê o Rodinal? Qual a vantagem?

O Rodinal é o todo terreno dos reveladores.

Dá para tudo, desde filme C-41 a cor para PB a como stand. Há quem não goste do grão que produz mas dá contraste e definição qb, e se pesquisares vais ver que há muito tempo que a dupla Tri-x / Rodinal é mítica.

Na prática todos os reveladores são bons. Até o café.

Como já disse, o Rodinal é barato, a diluição é baixíssima e dura imenso. Quando ficar castanho espesso ainda está bom por mais 50 anos.




IT Partilhar Post #18 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 01 Outubro 2014 - 20:04

O Rodinal é o todo terreno dos reveladores.

Dá para tudo, desde filme C-41 a cor para PB a como stand. Há quem não goste do grão que produz mas dá contraste e definição qb, e se pesquisares vais ver que há muito tempo que a dupla Tri-x / Rodinal é mítica.

Na prática todos os reveladores são bons. Até o café.

Como já disse, o Rodinal é barato, a diluição é baixíssima e dura imenso. Quando ficar castanho espesso ainda está bom por mais 50 anos.

 

Tenho de experimentar. Agora vai ser o Xtol, até porque já foi pago, mas tenho de experimentar. Com tempo vai lá.

 

Obrigado pela informação.




Partilhar Post #19 aflc

aflc

  • Membro
  • Registo: 05/02/2008
  • Posts: 1439
  • Idade: 40
    • Local: Porto

Publicado 01 Outubro 2014 - 20:26

Obrigado Alexandre  :th_up:

 

Após ler os comentários de todos e as tuas explicações parece-me que XTOL é a minha melhor opção por agora.

 

Pyrocat HD parece ser dispendioso e difícil de encontrar (não estou preparado para fazer as minhas misturas). Numa escala de fácil a conseguir um governante honesto e competente para o país , parece-me que o Xtol fica do lado do fácil e o Pyrocat HD mais para o outro.

 

Embora ache que o processo de revelação seja simples de fazer é difícil de fazer bem e de forma consistente. E eu ainda estou a aprender os básicos.

 

Obrigado a todos os que participaram.  :th_up:

 

Não tenhas duvida que a revelação é fácil de fazer, difícil de dominar. Como tudo o resto na fotografia.

 

O Pyrocat arranja-se, se bem que não seja o mais barato. Mando vir o meu através do ebay. Se depois quiseres mando-te a referência. 

 

Abraço,

Alexandre




IT Partilhar Post #20 resteves

resteves

  • Membro
  • Registo: 22/02/2013
  • Posts: 1650
  • Idade: 39
    • Local: Seixal

Publicado 01 Outubro 2014 - 20:44

Não tenhas duvida que a revelação é fácil de fazer, difícil de dominar. Como tudo o resto na fotografia.

 

O Pyrocat arranja-se, se bem que não seja o mais barato. Mando vir o meu através do ebay. Se depois quiseres mando-te a referência. 

 

Abraço,

Alexandre

 

Obrigado Alexandre. É provável que te peça a referencia brevemente. Depois entro em contacto.