Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Sessão fotográfica de menor sem o consentimento dos pais


  • Por favor inicie sessão para responder
33 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 04 Julho 2014 - 18:09

Boa tarde,

 

Venho pedir a vossa ajuda relativamente a um assunto que me chocou.

Descobri hoje que um familiar meu, sem o meu consentimento, deslocou-se a um fotografo com casa aberta, e fez fotografias do meu filho, sem o pai nem a mãe saberem e reproduziu essas fotos em quadros inclusive. 

Além de ficar muito revoltada com o familiar em causa, isso é uma questão que não quero focar aqui, quero sim saber, que passou pela ideia do fotografo para tirar fotografias sem autorização dos pais.

 

O familiar em causa vê-se que não tem idade para ter um bébe de 1 ano (por isso está fora de questão de que tenha passado por pai/mãe).

 

Que reclamação posso eu fazer para que o fotografo apague todas as fotos do meu filho que foram feitas sem o nosso consentimento! Quem me diz que um dia passo pela loja e não vejo a cara do meu filho exposta na montra?! Onde posso reclamar?!

 

Obrigada pela vossa ajuda!




Anúncios

Partilhar Post #2 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8196
  • Idade: 36
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 04 Julho 2014 - 20:13

Nenhum fotógrafo numa situação normal pede à pessoa que acompanha uma criança de 1 ano para apresentar uma procuração dos pais para fazer umas fotos.... 

É extremamente comum os avós quererem tirar umas fotos dos netos. É normal fazer-se isso para oferecer aos pais da criança ou como recordação para os avós.... Não seria algo fora do normal se um tio quisesse fazer o mesmo... 

A forma mais natural de resolver o seu problema é passar pela loja do fotógrafo e perguntar se ainda tem as fotos.. Muitos apagam as fotos depois de acabar o serviço em causa. Se ainda as tiver, fale com ele e peça para não expor. Isso deve resolver a situação sem qualquer complicação.... 

Em último caso, o fotógrafo não pode legalmente expor sem ter a autorização dos responsáveis da criança, que aparentemente não tem. 




IT Partilhar Post #3 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 04 Julho 2014 - 20:27

Obrigada pela resposta!

 

Compreendo que seja normal os avós, tios,etc. quererem uma recordação, não compreendo de todo que o façam sem autorização de pelo menos um representante legal. Eu que tenho tanto cuidado em não publicar nenhuma fotografia do meu filho nas redes sociais, etc., vejo agora um senhor, que não sei quem é, a ter fotografias do meu filho, manipula-las como quer, sem eu ter estado presente ou dado sequer autorização.

 

Amanhã vou até à loja do fotografo pedir que me explique o que se passou e informá-lo que não pretendo que tenha as fotografias do meu filho guardadas. A falar é que uma pessoa se entende




Partilhar Post #4 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8196
  • Idade: 36
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 04 Julho 2014 - 20:40

Atenção... Pode pedir para que não publique as fotos. Não tem o direito de exigir que as apague... Não é necessário ter autorização dos pais para fotografar menores de idade. Eu sei que há muita gente que acha que não se pode, mas pode... Tirar fotografias não é ilegal, sejam menores ou não. 

Qualquer pessoa é livre de tirar fotos ao seu filho, especialmente se estiver dentro de um espaço privado... Não têm é o direito de utilizar as fotos como lhe apetecer, nomeadamente publicar.
 

 

 

CÓDIGO CIVIL

Artigo 79º
(Direito à imagem)
1. O retrato de uma pessoa não pode ser exposto, reproduzido ou lançado no comércio sem o consentimento dela; depois da morte da pessoa retratada, a autorização compete às pessoas designadas no nº 2 do artigo 71º, segundo a ordem nele indicada.




Partilhar Post #5 PauloOliveira

PauloOliveira

  • Membro
  • Registo: 28/01/2008
  • Posts: 624
  • Idade: 50
    • Local: Lisboa

Publicado 04 Julho 2014 - 21:03

Outra coisa, o fotógrafo, pelo que percebi não foi ter com o seu filho e com quem o acompanhava para fotografar. Foi o inverso, foram ter ao estudio dele.

 

De resto, o deim disse tudo.




IT Partilhar Post #6 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 04 Julho 2014 - 21:19

Outra coisa, o fotógrafo, pelo que percebi não foi ter com o seu filho e com quem o acompanhava para fotografar. Foi o inverso, foram ter ao estudio dele.

 

De resto, o deim disse tudo.

Nisso tem toda a razão. Agora ponham-se no papel de pais. Uma pessoa leva o vosso filho para ser fotografado sem o vosso consentimento. Como se sentiriam? Acho que era também bom pensarem neste lado da situação. 




IT Partilhar Post #7 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 04 Julho 2014 - 21:20

Então porque precisam os menores de autorização para fazer um "book"? 




Partilhar Post #8 APAF

APAF

  • Membro
  • Registo: 11/11/2005
  • Posts: 1256

Publicado 04 Julho 2014 - 21:31

Respondemos hoje a uma questão semelhante, colocada por uma utilizadora que omitimos o nome, mas que pelo conteúdo aparenta ser o mesmo caso. Com as explicações que lhe enviámos e com as que são dadas neste post por outros users não há muitas dúvidas. Ao que temos conhecimento é uma questão meramente familiar (não mencionamos aqui o grau de parentesco que veio no nosso mail). Sugerimos que seja tratada como tal e não se exagere em explicações ao fotógrafo ou questões legais. basta o bom senso e o pedido de não utilização das imagens. 

 

 

secretaria.apaf@gmail.com>
20:12 (há 2 horas)
cleardot.gif
 
cleardot.gif
cleardot.gif
para 
 
Para fazer a fotografia de um menor não é preciso uma autorização explícita. Se o menor (com 1 ano) foi levado ao estúdio de um fotógrafo e fotografado está implícita uma autorização. Ainda que a lei não o preveja,  não se vê ilegalidade por parte do fotógrafo.
 
Situação diferente é a utilização posterior da imagem. O fotógrafo não pode publicar, nem expor (em montra ou na internet) a imagem da criança, sem uma autorização expressa dos encarregados de educação, neste caso os pais. Se o fizer comete um acto ilícito, punível por lei. A norma, nestes casos é pedir ao fotógrafo que retire a imagem do meio de divulgação que está a usar e este deverá fazê-lo de imediato e sem contestação.
 
Com os melhores cumprimentos
 
 
 

Editado por APAF, 04 Julho 2014 - 21:37 .



IT Partilhar Post #9 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 04 Julho 2014 - 21:34

Sim sim, é o mesmo caso! :) Desde já agradeço a informação prestada por todos!

 

 

 

Respondemos hoje a uma questão semelhante, colocada por uma utilizadora que omitimos o nome, mas que pelo conteúdo aparenta ser o mesmo caso. Com as explicações que lhe enviámos e com as que são dadas neste post por outros users não há muitas dúvidas.

 

 

secretaria.apaf@gmail.com>  
para 
 
Para fazer a fotografia de um menor não é preciso uma autorização explícita. Se o menor (com 1 ano) foi levado ao estúdio de um fotógrafo e fotografado está implícita uma autorização. Ainda que a lei não o preveja,  não se vê ilegalidade por parte do fotógrafo.
 
Situação diferente é a utilização posterior da imagem. O fotógrafo não pode publicar, nem expor (em montra ou na internet) a imagem da criança, sem uma autorização expressa dos encarregados de educação, neste caso os pais. Se o fizer comete um acto ilícito, punível por lei. A norma, nestes casos é pedir ao fotógrafo que retire a imagem do meio de divulgação que está a usar e este deverá fazê-lo de imediato e sem contestação.
 
Com os melhores cumprimentos
 
 
 

 




Partilhar Post #10 almaluis

almaluis

  • Membro
  • Registo: 13/07/2011
  • Posts: 526
  • Idade: 60
    • Local: Leiria-Aveiro

Publicado 05 Julho 2014 - 09:54

Viva

Desculpem o desabafo, mas até me passo ao ler estas coisas..., como o mundo vai, ou melhor, para onde vai...

O familiar tem (ou tinha) a confiança da família?
O familiar, tinha a criança com o conhecimento dos pais?
O familiar teve segundas intenções ao ir ao fotógrafo?
O familiar disse que tinha ido ao fotógrafo?
O familiar mostrou/deu as ditas aos pais?
As fotos são normais, ou ferem a integridade do bebé?

Desculpem, mas, vejo o copo, não consigo é ver a tempestade...

Ps:pobre familiar, o que deve ter ouvido..., o melhor é deixar de sê-lo...

Cumps


Editado por almaluis, 05 Julho 2014 - 17:33 .



IT Partilhar Post #11 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 06 Julho 2014 - 10:37

Olá a todos! Ontem fui até ao fotografo expor a situação. A responsável da loja disse-me que o fotografo em causa não estava mas que por perceber a situação não iria efectuar nenhuma reprodução de nenhuma fotografia do meu filho.

 

Respondendo a almaluis

O familiar tem (ou tinha) a confiança da família? O familiar tinha a criança por umas horas em casa (isso foi o combinado)
O familiar, tinha a criança com o conhecimento dos pais? tinha
O familiar teve segundas intenções ao ir ao fotógrafo? não sei.
O familiar disse que tinha ido ao fotógrafo? disse passados 15 dias
O familiar mostrou/deu as ditas aos pais? não mostrou. entregou uma tela. descobri que comprou mais fotografias para oferecer a outras pessoas
As fotos são normais, ou ferem a integridade do bebé? adjectivos relativos dependem de pessoa para pessoa

 

"Ps:pobre familiar, o que deve ter ouvido..., o melhor é deixar de sê-lo..." -

sobre esta frase apenas digo que vim aqui tirar umas luzes sobre legislação e saber o feedback de alguns fotografos. Estes comentários nada dignificam o objetivo deste forum.

 

Repulsa-me apenas o facto de um estranho ter fotografias do meu filho, te-las vendido a terceiros e ter tido lucro com a minha criança. Acham que não digno de uma mãe proteger o seu filho? Acho que o negócio não justifica tudo! Pode e devia de haver principios!

 

http://www.dn.pt/ini...


Editado por jmcramos, 06 Julho 2014 - 10:40 .



Partilhar Post #12 almaluis

almaluis

  • Membro
  • Registo: 13/07/2011
  • Posts: 526
  • Idade: 60
    • Local: Leiria-Aveiro

Publicado 06 Julho 2014 - 16:14

Viva

 

As minhas perguntas foram feitas em relação ao 1º post... (se calhar faltaram elementos tipo: "descobri que comprou mais fotografias para oferecer a outras pessoas" (família? ou não)..., adiante.

Compreendo a indignação, aceito a revolta, e, diga-se que, tem toda a razão do mundo em proteger o seu filho. Quais os pais que não o fazem?

A minha última frase pode estar fora do contexto, mas que raio...

 

Termino por aqui, peço desculpa ao ter-me intrometido nesta história.

 

Cumps




Partilhar Post #13 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8196
  • Idade: 36
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 06 Julho 2014 - 19:25

 

 

Repulsa-me apenas o facto de um estranho ter fotografias do meu filho, te-las vendido a terceiros e ter tido lucro com a minha criança. Acham que não digno de uma mãe proteger o seu filho? Acho que o negócio não justifica tudo! Pode e devia de haver principios!

 

http://www.dn.pt/ini...

Bem, ai entramos noutro campo.. 

Isso não é protecção de um filho.. 

Quando o seu filho for a uma festa e alguém tentar tirar uma foto, vai esconde-lo? Quando for a um casamento e o fotógrafo lhe fizer umas fotos, vai impedir o fotógrafo? Quando estiver num local turístico e houver pessoas com máquinas também vai dizer a toda a gente que não podem tirar fotos? 

A última pessoa com quem tem de se preocupar por ter fotos do seu filho é um fotógrafo profissional. A vida dele depende também da reputação.. Uma foto que vá parar às mãos erradas e facilmente fica sem negócio. 

E fez dinheiro com o seu filho porque o seu familiar lá foi pedir as fotos. Não estava escondido atrás de um arbusto a tirar fotos e depois a tentar vender, pois não? Há princípios... 

Às vezes há é pessoas que....




IT Partilhar Post #14 jmcramos

jmcramos

  • Novo Membro
  • Registo: 04/07/2014
  • Posts: 9

Publicado 07 Julho 2014 - 11:50

Bom dia a todos,

 

Respondendo a deim:

 

Para mim é protecção a um filho.

Quando o seu filho for a uma festa e alguém tentar tirar uma foto, vai esconde-lo? - Não

 

Quando for a um casamento e o fotógrafo lhe fizer umas fotos, vai impedir o fotógrafo? - Nunca me opus mas já vi que pessoas que não quiseram ser fotografadas e estão, com certeza no seu direito.

 

Quando estiver num local turístico e houver pessoas com máquinas também vai dizer a toda a gente que não podem tirar fotos? - Não

A última pessoa com quem tem de se preocupar por ter fotos do seu filho é um fotógrafo profissional. - Não concordo com a afirmação porque não meto a mão no fogo por ninguem, o deim mete? Provavelmente por já ter duas situações em que um fotografo profissional me falhou na confiança (uma no casamento da minha irmã, que não apareceu e outro, no meu casamento, que só tirou fotos aos convidados do lado do noivo). 

E fez dinheiro com o seu filho porque o seu familiar lá foi pedir as fotos.Não estava escondido atrás de um arbusto a tirar fotos e depois a tentar vender, pois não? Há princípios... -  Sim, mas fê-lo sem a autorização dos pais. 

 

Não somos todos obrigados a gostar do trabalho de todos os fotógrafos, todo o género de fotos etc. E eu, vistas as fotos não consegui apreciar o trabalho que fez porque a minha vontade era que apagasse aqueles ficheiros e retirasse definitivamente a imagem do meu filho do computador dele. Alguma vez volto lá? Não.

 

 

Bem, ai entramos noutro campo.. 

Isso não é protecção de um filho.. 

Quando o seu filho for a uma festa e alguém tentar tirar uma foto, vai esconde-lo? Quando for a um casamento e o fotógrafo lhe fizer umas fotos, vai impedir o fotógrafo? Quando estiver num local turístico e houver pessoas com máquinas também vai dizer a toda a gente que não podem tirar fotos? 

A última pessoa com quem tem de se preocupar por ter fotos do seu filho é um fotógrafo profissional. A vida dele depende também da reputação.. Uma foto que vá parar às mãos erradas e facilmente fica sem negócio. 

E fez dinheiro com o seu filho porque o seu familiar lá foi pedir as fotos. Não estava escondido atrás de um arbusto a tirar fotos e depois a tentar vender, pois não? Há princípios... 

Às vezes há é pessoas que....




Partilhar Post #15 PauloOliveira

PauloOliveira

  • Membro
  • Registo: 28/01/2008
  • Posts: 624
  • Idade: 50
    • Local: Lisboa

Publicado 07 Julho 2014 - 12:51

Acho que está a canalizar a sua irritação para o fotógrafo que apenas fez o trabalho dele e foi porque lhe solicitaram esse trabalho.

 

O pior aqui está em que alguém, que tinha a sua confiança para ter deixado o seu filho á guarda dessa pessoa, traiu, no seu entender,

essa mesma confiança.

 

A questão é apenas esta e não outra. Alguém que lhe é próximo fez algo que a si lhe desagradou profundamente.

Acho que todos nós partilhamos do facto de termos de proteger os nossos filhos. Também sou pai e sei disso. Mas o fotógrafo não teve quaisquer culpas em todo o processo.

 

Sem quaisquer intenções moralistas, o que terá de questionar no futuro é que pessoas ficam com a responsabilidade de tomar conta do seu filho.




Partilhar Post #16 Halegria

Halegria

  • Membro
  • Registo: 01/05/2014
  • Posts: 422
    • Local: Portugal

Publicado 07 Julho 2014 - 15:34

Bem, ai entramos noutro campo.. 

Isso não é protecção de um filho.. 

Quando o seu filho for a uma festa e alguém tentar tirar uma foto, vai esconde-lo? Quando for a um casamento e o fotógrafo lhe fizer umas fotos, vai impedir o fotógrafo? Quando estiver num local turístico e houver pessoas com máquinas também vai dizer a toda a gente que não podem tirar fotos? 

A última pessoa com quem tem de se preocupar por ter fotos do seu filho é um fotógrafo profissional. A vida dele depende também da reputação.. Uma foto que vá parar às mãos erradas e facilmente fica sem negócio. 

E fez dinheiro com o seu filho porque o seu familiar lá foi pedir as fotos. Não estava escondido atrás de um arbusto a tirar fotos e depois a tentar vender, pois não? Há princípios... 

Às vezes há é pessoas que....

X2




Partilhar Post #17 Halegria

Halegria

  • Membro
  • Registo: 01/05/2014
  • Posts: 422
    • Local: Portugal

Publicado 07 Julho 2014 - 15:34

Acho que está a canalizar a sua irritação para o fotógrafo que apenas fez o trabalho dele e foi porque lhe solicitaram esse trabalho.

 

O pior aqui está em que alguém, que tinha a sua confiança para ter deixado o seu filho á guarda dessa pessoa, traiu, no seu entender,

essa mesma confiança.

 

A questão é apenas esta e não outra. Alguém que lhe é próximo fez algo que a si lhe desagradou profundamente.

Acho que todos nós partilhamos do facto de termos de proteger os nossos filhos. Também sou pai e sei disso. Mas o fotógrafo não teve quaisquer culpas em todo o processo.

 

Sem quaisquer intenções moralistas, o que terá de questionar no futuro é que pessoas ficam com a responsabilidade de tomar conta do seu filho.

100% de acordo com o que dizes.




Partilhar Post #18 zalle

zalle

  • Membro
  • Registo: 09/04/2008
  • Posts: 2310

Publicado 07 Julho 2014 - 21:11

Ao que isto chegou... O apocalipse deve estar próximo. :unsure:




Partilhar Post #19 lmargalho

lmargalho

  • Membro
  • Registo: 28/05/2014
  • Posts: 1086
    • Local: ericeira

Publicado 07 Julho 2014 - 22:50

para falar a verdade isto é um caso de policia ou advogado, e até posso entender que ao vir aqui fosse no intuito de primeiro ter algumas ideias de experiências vividas ou conhecidas de quem utiliza o forum. agora não podemos como diz afirmar que todos os fotógrafos profissionais são bons, mas a larga maioria cumpre regras e tem a sua ética profissional, assim como qualquer profissional de outra área. mas nós membros do forum não podemos nem devemos julgar as coisas sem ter as versões todas, e acho que lhe foi facultada toda a informação possível com a pouca informação que nos foi dada. agora se acha que a culpa foi do fotógrafo está no seu direito, mas também quem lhe respondeu tem o direito a ter outra opinião pois não houve provas de má conduta por parte do profissional.




Partilhar Post #20 zigoto

zigoto

  • Membro
  • Registo: 04/01/2012
  • Posts: 1140

Publicado 08 Julho 2014 - 01:27

Respondendo a almaluis

O familiar tem (ou tinha) a confiança da família? O familiar tinha a criança por umas horas em casa (isso foi o combinado)
O familiar, tinha a criança com o conhecimento dos pais? tinha
O familiar disse que tinha ido ao fotógrafo? disse passados 15 dias
O familiar mostrou/deu as ditas aos pais? não mostrou. entregou uma tela.

 

A ver se entendo.

Deixou o filho à guarda de um familiar. Este teve a brilhante ideia de levar o pequeno a um fotógrafo profissional e mandou fazer uma fotografia. Posteriormente ofereceu aos pais babados uma tela com a foto do pequeno, pensando que iria receber beijos e abraços ou, pelo menos, um agradecimento cortês e gentil. Resultado: uma guerra do camandro, uma família dividida, um histerismo surreal, um fotógrafo atónito.