Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Ainda olham para as Reflex como a única opção?


  • Por favor inicie sessão para responder
195 respostas a este tópico

Partilhar Post #181 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 29 Outubro 2013 - 00:43

Miguel dias!

 

Este tópico só é útil para quem já perdeu informação! Todos os outros acham que a eles nada lhes acontece! Quanto ás Clouds meto vários pontos de interrogação!

 

A velocidade da tua net, mesmo tendo 100mb pode tornar o processo algo demorado!

 

E seguindo a lei de murphy... a tua net vai estar em baixo logo no momento em que vais precisar de determinada imagem com urgência!




Anúncios

Partilhar Post #182 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8304
  • Idade: 37
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 29 Outubro 2013 - 00:52

A vantagem da cloud é que vais ter uma forma de aceder àquele disco que não tens à mão no momento em que te pedem. 




Partilhar Post #183 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 29 Outubro 2013 - 00:53

Quanto aos formatos, o assunto parece-me que ficou arrumado!

 

Resta agora às marcas que já conseguem fazer sensores grandes, arranjarem sensores que leiam luz na diagonal! :unsure:




Partilhar Post #184 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 29 Outubro 2013 - 00:54

A vantagem da cloud é que vais ter uma forma de aceder àquele disco que não tens à mão no momento em que te pedem. 

 

Lá isso é verdade! Mas se tens net consegues tb aceder ao teu servidor caseiro da mesma forma! Penso eu de que... zzz




Partilhar Post #185 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6675

Publicado 29 Outubro 2013 - 08:11

Vlbphoto,

Se procurares irás encontrar resposta a todas as tuas questões relativamente a backups de segurança.

Quanto aos megapixels quanto mais tiver mais espaço ocupa. Mas repara, penso que essa não é a questão relevante para quem opta por uma d600 ou d800. Mas sim o tamanho do sensor, fullframe.

Podes sempre arquivar as imagens com os mesmos megapixels da D80 e mesmo assim ter melhor qualidade de imagem.

O que considero estranho nestas tuas preocupações.

Por um lado argumentas de de forma eloquente que as DSLRs é a única opção para os profissionais devido á sua versatilidade. Tão eloquente que por vezes parece que segundo o teu intender quem opta por uma MILC para determinadas situações não é profissional.

Mas por outro lado argumentas que as D800 são um exagero para qualquer coisa devido ao espaço que ocupam os ficheiros matriz. Negando que são em relação á tua D80 mais versáteis no sentido que te dão mais opções.

Certamente dentro de pouco tempo haverá quem diga que as máquinas DSLR Full Frame são as únicas opções para profissionais.

Eu e outros apenas discordamos com esta visão das coisas!!! E não é por sermos parvos, ou que não pensamos no assunto, ou por sermos amadores, ou por sermos profissionais que não sabem o que fazer ao dinheiro!!

Cada ferramenta tem caracteristicas diferentes. Caracteristicas essas que podem se adequar melhor ou pior de acordo com o tipo de abordagem ao acto fotográfico!! Repito, ACTO FOTOGRÁFICO!!!

A versatilidade não é um valor supremo, porque para se conseguir essa versatilidade faz-se sempre compromissos. Perdes sempre qualquer coisa para ganhar outras.

Dissociar o tipo de equipamento do acto fotográfico parece-me de alguém que não pensou devidamente no assunto, caracteristica normalmente encontrada nos "novatos" como eu desculpa que te diga.

É verdade que um bom fotógrafo tira boas fotos com qualquer máquina. Mas já percebi que não é verdade que com qualquer máquina tiras as mesmas fotos! Não é pela máquina em sim, mas porque abordagens ao acto fotográfico diferentes dão fotos diferentes. A máquinas diferentes podem se adequar mais ou menos a determinado tipo de abordagem!!!

Eu não sou profissional na área. Mas parece-me óbvio. Isto acontece em tudo, não só fotografia.

Um dia chegará em que haverá uma mudança deste paradigma que relaciona o tipo de maquina do acto fotográfico. Mas ainda não estamos lá. Ainda não existe uma maquina que facilite a 100% qualquer abordagem

Abraço,

Nuno

Editado por nbplopes, 29 Outubro 2013 - 09:00 .



Partilhar Post #186 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 29 Outubro 2013 - 17:50

Caro Nuno,

Eu deixei uma pergunta no ar que responde metade do teu texto!

Vou responder dentro do teu texto para facilitar um pouco as coisas!

 

Vlbphoto,

Se procurares irás encontrar resposta a todas as tuas questões relativamente a backups de segurança.

Varias formas de Backup conheço eu infelizmente. Trabalhei durante alguns anos para empresas que vivem disso diariamente, felizmente livrei-me do mundo da informática.

No entanto este fórum é para gente de todos os tipos e o cruzamento de informações é o mais importante para que todos aprendam algo.

Quanto aos megapixels quanto mais tiver mais espaço ocupa. Mas repara, penso que essa não é a questão relevante para quem opta por uma d600 ou d800. Mas sim o tamanho do sensor, fullframe.

Quanto ao Full-frame é um verdadeiro pau de 2 bicos. Passo a explicar!

Enquanto tinhas de uma d3 com 8.4µm tens de uma D3x 5.9µm.(Na D300 5.4µm o que vai dar praticamente na mesma pois a dita usa apenas o centros das objectivas de 35mm).

Independentemente da resolução o facto de teres pixels mais pequenos leva a teres transmissão de energia entre pixeis e uma capacidade menor de absorver luz.

A isto juntas o problema da necessidade de teres microlentes para ampliar e redirecionar a luz que entra no pixel!

 

Agora que já conseguem fazer sensores de grande tamanho, tem de conseguir resolver o resto! E é isto que explica a diferença entre o full-frame em filme e digital. O filme não se importa com a direcionalidade da luz que recebe! O problema não passa pelas lentes mas sim pelo próprio sensor! Eles é que querem produzir lentes novas lol.

Podes sempre arquivar as imagens com os mesmos megapixels da D80 e mesmo assim ter melhor qualidade de imagem.

O que considero estranho nestas tuas preocupações.

Por um lado argumentas de de forma eloquente que as DSLRs é a única opção para os profissionais devido á sua versatilidade. Tão eloquente que por vezes parece que segundo o teu intender quem opta por uma MILC para determinadas situações não é profissional.

Não tem a ver com profissionalismo! A distancia da objetiva ao filme é menor nas não dslr e que nas médio formato, ampliando o problema acima descrito por aumentar os ângulos em que as micro-lentes recebem a luz. Ainda nas Dslr eles passaram a usar software para colmatar algumas das falhas dos sensores, mais ainda usam nas Milc.

Isto leva ao debate do que é ou não é fotografia na era digital. 
 

Na objetiva o tipo de construção o material das várias lentes e o que aplicam nelas influencia e muito, mas não é tudo!

Mas por outro lado argumentas que as D800 são um exagero para qualquer coisa devido ao espaço que ocupam os ficheiros matriz. Negando que são em relação á tua D80 mais versáteis no sentido que te dão mais opções.

 

Pelas linhas anteriores já deves ter a resposta a isto!

 

Pixeis maiores para já absorvem mais luz logo dão-te melhores imagens! Quando conseguirem ter sensores com melhor capacidade de absorção de luz (luz diagonal) Não precisarás de tantos mpix para teres a mesma resolução de imagem!

Por isso que disse linhas a cima, que uma d3 seria o perfeito,.ou mesmo uma D90. Para certas ocasiões uma D3x. Isto porque, se pensarmos em Ampliação em papel ou chapa, Claro que aparecerão logo artistas a dizer que uma DSLR com 100mpix é que era bom. O facto é que para trabalhares sem te aborrecer com uma D3X já precisas de um quadcore ou mesmo um octacore paca grafica de 1gb e discos ssd e uns 8gb para não perderes a vida a tratar fotos em vez de fotografar.

A resolução máxima que precisas para imprimir uma imagem não passa dos 180dpi Os fotógrafos é que têm a mania idiota de colar o nariz à imagem para ver pixels!

Se vires a imagem impressa numa relação +- de 2 a 3 vezes a diagonal da mesma,

Se a foto tiver sido bem tirada, bem tratada e bem impressa não vez um pixel que seja a 180dpi e em alguns casos mesmo a 100dpi.

 

Estão a colmatar a falha dos sensores aumentando-lhes a resolução! O que leva a mais vendas! Porquê? Simples! Ao comprares uma D3x uma d5200 ou uma D800 vais achar que as tuas lentes não têm resolução e qualidade para o sensor que tens! E acabas a comprar mais lentes!

Certamente dentro de pouco tempo haverá quem diga que as máquinas DSLR Full Frame são as únicas opções para profissionais.
Há quem fume cigarros, outros preferem cachimbo, Os utilizadores de médio e grande formato tirando a Leica S2 São fumadores de cachimbo.

Eu e outros apenas discordamos com esta visão das coisas!!! E não é por sermos parvos, ou que não pensamos no assunto, ou por sermos amadores, ou por sermos profissionais que não sabem o que fazer ao dinheiro!! Deu para entender?

Cada ferramenta tem caracteristicas diferentes. Caracteristicas essas que podem se adequar melhor ou pior de acordo com o tipo de abordagem ao acto fotográfico!! Repito, ACTO FOTOGRÁFICO!!!

A versatilidade não é um valor supremo, porque para se conseguir essa versatilidade faz-se sempre compromissos. Perdes sempre qualquer coisa para ganhar outras.

Tens varias coisas na terra que fazem cair por terra o que dizes tirando o factor estético!

Entre elas o Clip, O bic e a Bic Mola da roupa, E nas maquinas fotográficas a Linha M de filme. A Nikon F  e a F6. Nos carros é mais complicado mas também se arranja exemplares.No digital as coisas são muito mais complicadas.

Dissociar o tipo de equipamento do acto fotográfico parece-me de alguém que não pensou devidamente no assunto, caracteristica normalmente encontrada nos "novatos" como eu desculpa que te diga.

Aqui ninguém dissociou nada! Os nichos de mercado não passam de nichos! Logo não entram para as contas!

No entanto com uma slr facilmente fazes todo o tipo de fotografia sem grandes compromissos Micro Macro, fotografia sub-aquática fotografia espacial .etc sempre com o mesmo corpo!

Alem disso as marcas não perdem muito tempo a pensar em maquinas que sirvam para tudo.

Perderiam vendas!

Assim vendem duas três maquinas por habitante da terra ao invés de só uma! 

 

Se pensares um bocado tirando o material fazer um corpo de uma dslr não é tão mais caro que fazer qualquer outro tipo de maquina assim como as médio formato!

Preço da maquina mais preço da investigação e trabalhadores só cobre metade do custo das mesmas.

Proporcionalmente pagas mais por uma DSLR que qualquer outras maquinas tirando o médio e grande formado (poucos compradore=preço elevado)

porque eles sabem que tirando os tecnogeeks, viciados em compras mais ninguém comprará outra maquina a não ser que perca seja roubada ou avariada, ou então que haja um avanço considerável na ciência que justifique a compra de uma nova!

 

Se ainda falasses de dissociar a objectiva correcta para cada tipo de acto fotográfico estarias 100% correcto!

 

Temos muitos artistas aqui no fórum que acham que fotos por segundo é que é importante! Tiradas de metralhadora! Isso não é fotografar é jogar no bingo!

Disparar no momento certo é que importa!

2 fotos por segundo chega perfeitamente, se acham que precisam de mais é porque precisam de filmar e não fotografar.

Serve isto apenas para provar quanto o homem é suscetível à comercialite dos tempos modernos!

É verdade que um bom fotógrafo tira boas fotos com qualquer máquina. Mas já percebi que não é verdade que com qualquer máquina tiras as mesmas fotos! Não é pela máquina em sim, mas porque abordagens ao acto fotográfico diferentes dão fotos diferentes. A máquinas diferentes podem se adequar mais ou menos a determinado tipo de abordagem!!! Claro que sim! Facilitam a parte mental da coisa! Mas principalmente passa pelo conhecimento real do equipamento! A qualidade final do mesmo é que pode variar com as escolhas!

Eu não sou profissional na área. Mas parece-me óbvio. Isto acontece em tudo, não só fotografia. ;)

Agora um aparte! Essa do profissional tem que ser esclarecida! Profissional não indica sapiência! Temos muitos AMADORES que são muito mais sapientes e proficientes que muitos profissionais! Profissional apenas diz que vive de algo! Faz de algo profissão!

Amador é aquele que ama algo!

Um dia chegará em que haverá uma mudança deste paradigma que relaciona o tipo de maquina do acto fotográfico. Mas ainda não estamos lá. Ainda não existe uma maquina que facilite a 100% qualquer abordagem.

 

Como eu disse uns tópicos acima, Isso só acontecerá quando conseguires ter um plug ligado ao cérebro.

Abraço,

Nuno

 

Tudo o que escrevi dava para milhentos outros temas e discussões. E para muitos tudo o que escrevi é relativo.

 

Mas a relatividade do que escrevo é tão relativo como o facto que 90% dos que para aqui andam no fórum comentam maquinas, equipamentos, tratamentos, sem sequer ter uma sonda de calibragem para calibrar os monitores! Já nem falo em calibrar impressoras! Poderá nem ser o teu caso! Mas é certamente de muitos!

 

Abraço,

 

Vasco




Partilhar Post #187 PLima

PLima

  • Membro
  • Registo: 02/12/2008
  • Posts: 38
  • Idade: 42
    • Local: Oeiras - Lisboa

Publicado 30 Outubro 2013 - 05:55

Boas!

 

Na minha opinião, não tenho duvida nenhuma que com uma Reflex tenho mais controlo do objecto que estou a fotografar, desde controlar a entrada de luz a velocidade a que esta entra, etc, etc...

Se a Refelex é melhor que qualquer compacta. Claro que é, o facto de ter uma vasta gama de lentes, filtros e outros acessórios que vão tornado um equipamento caro. Em contrapartida uma compacta é excelente para quando se sai com a família e não estás a ouvir a Tua Mulher "...Querido leva algo mais pequeno..."

Claro que a compacta tem o modo manual mas... Para mim não é mesma coisa.

Agora se tira melhor o fotografia, isso é mais de quem está a fotografar e não propriamente da máquina que se tem.




Partilhar Post #188 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6675

Publicado 30 Outubro 2013 - 08:16

Caro Nuno,

Eu deixei uma pergunta no ar que responde metade do teu texto!

Vou responder dentro do teu texto para facilitar um pouco as coisas!

 

Vlbphoto,

Se procurares irás encontrar resposta a todas as tuas questões relativamente a backups de segurança.

Varias formas de Backup conheço eu infelizmente. Trabalhei durante alguns anos para empresas que vivem disso diariamente, felizmente livrei-me do mundo da informática.

No entanto este fórum é para gente de todos os tipos e o cruzamento de informações é o mais importante para que todos aprendam algo.

Quanto aos megapixels quanto mais tiver mais espaço ocupa. Mas repara, penso que essa não é a questão relevante para quem opta por uma d600 ou d800. Mas sim o tamanho do sensor, fullframe.

Quanto ao Full-frame é um verdadeiro pau de 2 bicos. Passo a explicar!

Enquanto tinhas de uma d3 com 8.4µm tens de uma D3x 5.9µm.(Na D300 5.4µm o que vai dar praticamente na mesma pois a dita usa apenas o centros das objectivas de 35mm).

Independentemente da resolução o facto de teres pixels mais pequenos leva a teres transmissão de energia entre pixeis e uma capacidade menor de absorver luz.

A isto juntas o problema da necessidade de teres microlentes para ampliar e redirecionar a luz que entra no pixel!

 

Agora que já conseguem fazer sensores de grande tamanho, tem de conseguir resolver o resto! E é isto que explica a diferença entre o full-frame em filme e digital. O filme não se importa com a direcionalidade da luz que recebe! O problema não passa pelas lentes mas sim pelo próprio sensor! Eles é que querem produzir lentes novas lol.

Podes sempre arquivar as imagens com os mesmos megapixels da D80 e mesmo assim ter melhor qualidade de imagem.

O que considero estranho nestas tuas preocupações.

Por um lado argumentas de de forma eloquente que as DSLRs é a única opção para os profissionais devido á sua versatilidade. Tão eloquente que por vezes parece que segundo o teu intender quem opta por uma MILC para determinadas situações não é profissional.

Não tem a ver com profissionalismo! A distancia da objetiva ao filme é menor nas não dslr e que nas médio formato, ampliando o problema acima descrito por aumentar os ângulos em que as micro-lentes recebem a luz. Ainda nas Dslr eles passaram a usar software para colmatar algumas das falhas dos sensores, mais ainda usam nas Milc.

Isto leva ao debate do que é ou não é fotografia na era digital. 
 

Na objetiva o tipo de construção o material das várias lentes e o que aplicam nelas influencia e muito, mas não é tudo!

Mas por outro lado argumentas que as D800 são um exagero para qualquer coisa devido ao espaço que ocupam os ficheiros matriz. Negando que são em relação á tua D80 mais versáteis no sentido que te dão mais opções.

 

Pelas linhas anteriores já deves ter a resposta a isto!

 

Pixeis maiores para já absorvem mais luz logo dão-te melhores imagens! Quando conseguirem ter sensores com melhor capacidade de absorção de luz (luz diagonal) Não precisarás de tantos mpix para teres a mesma resolução de imagem!

Por isso que disse linhas a cima, que uma d3 seria o perfeito,.ou mesmo uma D90. Para certas ocasiões uma D3x. Isto porque, se pensarmos em Ampliação em papel ou chapa, Claro que aparecerão logo artistas a dizer que uma DSLR com 100mpix é que era bom. O facto é que para trabalhares sem te aborrecer com uma D3X já precisas de um quadcore ou mesmo um octacore paca grafica de 1gb e discos ssd e uns 8gb para não perderes a vida a tratar fotos em vez de fotografar.

A resolução máxima que precisas para imprimir uma imagem não passa dos 180dpi Os fotógrafos é que têm a mania idiota de colar o nariz à imagem para ver pixels!

Se vires a imagem impressa numa relação +- de 2 a 3 vezes a diagonal da mesma,

Se a foto tiver sido bem tirada, bem tratada e bem impressa não vez um pixel que seja a 180dpi e em alguns casos mesmo a 100dpi.

 

Estão a colmatar a falha dos sensores aumentando-lhes a resolução! O que leva a mais vendas! Porquê? Simples! Ao comprares uma D3x uma d5200 ou uma D800 vais achar que as tuas lentes não têm resolução e qualidade para o sensor que tens! E acabas a comprar mais lentes!

Certamente dentro de pouco tempo haverá quem diga que as máquinas DSLR Full Frame são as únicas opções para profissionais.
Há quem fume cigarros, outros preferem cachimbo, Os utilizadores de médio e grande formato tirando a Leica S2 São fumadores de cachimbo.

Eu e outros apenas discordamos com esta visão das coisas!!! E não é por sermos parvos, ou que não pensamos no assunto, ou por sermos amadores, ou por sermos profissionais que não sabem o que fazer ao dinheiro!! Deu para entender?

Cada ferramenta tem caracteristicas diferentes. Caracteristicas essas que podem se adequar melhor ou pior de acordo com o tipo de abordagem ao acto fotográfico!! Repito, ACTO FOTOGRÁFICO!!!

A versatilidade não é um valor supremo, porque para se conseguir essa versatilidade faz-se sempre compromissos. Perdes sempre qualquer coisa para ganhar outras.

Tens varias coisas na terra que fazem cair por terra o que dizes tirando o factor estético!

Entre elas o Clip, O bic e a Bic Mola da roupa, E nas maquinas fotográficas a Linha M de filme. A Nikon F  e a F6. Nos carros é mais complicado mas também se arranja exemplares.No digital as coisas são muito mais complicadas.

Dissociar o tipo de equipamento do acto fotográfico parece-me de alguém que não pensou devidamente no assunto, caracteristica normalmente encontrada nos "novatos" como eu desculpa que te diga.

Aqui ninguém dissociou nada! Os nichos de mercado não passam de nichos! Logo não entram para as contas!

No entanto com uma slr facilmente fazes todo o tipo de fotografia sem grandes compromissos Micro Macro, fotografia sub-aquática fotografia espacial .etc sempre com o mesmo corpo!

Alem disso as marcas não perdem muito tempo a pensar em maquinas que sirvam para tudo.

Perderiam vendas!

Assim vendem duas três maquinas por habitante da terra ao invés de só uma! 

 

Se pensares um bocado tirando o material fazer um corpo de uma dslr não é tão mais caro que fazer qualquer outro tipo de maquina assim como as médio formato!

Preço da maquina mais preço da investigação e trabalhadores só cobre metade do custo das mesmas.

Proporcionalmente pagas mais por uma DSLR que qualquer outras maquinas tirando o médio e grande formado (poucos compradore=preço elevado)

porque eles sabem que tirando os tecnogeeks, viciados em compras mais ninguém comprará outra maquina a não ser que perca seja roubada ou avariada, ou então que haja um avanço considerável na ciência que justifique a compra de uma nova!

 

Se ainda falasses de dissociar a objectiva correcta para cada tipo de acto fotográfico estarias 100% correcto!

 

Temos muitos artistas aqui no fórum que acham que fotos por segundo é que é importante! Tiradas de metralhadora! Isso não é fotografar é jogar no bingo!

Disparar no momento certo é que importa!

2 fotos por segundo chega perfeitamente, se acham que precisam de mais é porque precisam de filmar e não fotografar.

Serve isto apenas para provar quanto o homem é suscetível à comercialite dos tempos modernos!

É verdade que um bom fotógrafo tira boas fotos com qualquer máquina. Mas já percebi que não é verdade que com qualquer máquina tiras as mesmas fotos! Não é pela máquina em sim, mas porque abordagens ao acto fotográfico diferentes dão fotos diferentes. A máquinas diferentes podem se adequar mais ou menos a determinado tipo de abordagem!!! Claro que sim! Facilitam a parte mental da coisa! Mas principalmente passa pelo conhecimento real do equipamento! A qualidade final do mesmo é que pode variar com as escolhas!

Eu não sou profissional na área. Mas parece-me óbvio. Isto acontece em tudo, não só fotografia. ;)

Agora um aparte! Essa do profissional tem que ser esclarecida! Profissional não indica sapiência! Temos muitos AMADORES que são muito mais sapientes e proficientes que muitos profissionais! Profissional apenas diz que vive de algo! Faz de algo profissão!

Amador é aquele que ama algo!

Um dia chegará em que haverá uma mudança deste paradigma que relaciona o tipo de maquina do acto fotográfico. Mas ainda não estamos lá. Ainda não existe uma maquina que facilite a 100% qualquer abordagem.

 

Como eu disse uns tópicos acima, Isso só acontecerá quando conseguires ter um plug ligado ao cérebro.

Abraço,

Nuno

 

Tudo o que escrevi dava para milhentos outros temas e discussões. E para muitos tudo o que escrevi é relativo.

 

Mas a relatividade do que escrevo é tão relativo como o facto que 90% dos que para aqui andam no fórum comentam maquinas, equipamentos, tratamentos, sem sequer ter uma sonda de calibragem para calibrar os monitores! Já nem falo em calibrar impressoras! Poderá nem ser o teu caso! Mas é certamente de muitos!

 

Abraço,

 

Vasco

 

Obrigado pela resposta.

 

Sim sou desses :) Tenho que comprar uma coisas dessas. Mas os meus desafios ainda não estão nesse nível.

 

Abraço,

 

Nuno




Partilhar Post #189 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 30 Outubro 2013 - 13:27

Obrigado pela resposta.

 

Sim sou desses :) Tenho que comprar uma coisas dessas. Mas os meus desafios ainda não estão nesse nível.

 

Abraço,

 

Nuno

 

 

Caro Nuno,

 

A dita sonda de calibragem é verdadeiramente imprescindível para qualquer fotógrafo que quer entrar de forma seria no mundo da fotografia!

 

Só com ela consegues saber como a tua maquina fotografa de verdade!

Só com ela podes ter garantias que quando envias uma foto para imprimir e sai uma verdadeira cagada teres força para reclamar como deve de ser!

Só com ela consegues criar perfiz para a tua maquina equilibrados para que pouco tenhas que mexer em photoshop!

Só com ela é que consegues ter um controle de toda a fotografia que fazes! Tenho um amigo aqui do fórum que acabou por levar meses até comprar uma! Já tinha começado a fazer uns bonecos porreiros, quando calibrou pela primeira vez o monitor percebeu que teria de voltar a acertar todas as imagens que tinha feito até então!

Tinha andado a trabalhar para o "boneco" meses e meses! Tudo o que tinha feito precisava de acertos de cor contraste etc.

 

A sonda hoje em dia é tão imprescindível como eram os filtros de correção de cor no tempo do filme!

 

É verdadeiramente o teu garante de qualidade!

 

Abraço,

 

Vasco




Partilhar Post #190 nbplopes

nbplopes

  • Membro
  • Registo: 12/07/2012
  • Posts: 6675

Publicado 30 Outubro 2013 - 13:57

Aconcelhas alguma?


Partilhar Post #191 lalmeida

lalmeida

  • Membro
  • Registo: 11/04/2010
  • Posts: 328

Publicado 30 Outubro 2013 - 14:38

Até pode chegar o dia em que uma compacta tenha a mesma qualidade que uma D800E. E já não anda longe, na realidade, parece que se chama Sigma DP3 Merrill...

Mas enquadrar com uma compacta é um exercício que já me é muito estranho, parece até que as mãos tremem todas. Gosto que a câmara seja uma extensão do meu olho, que fique colada a ele, e gosto de agarrar bem na máquina e de sentir o seu peso - isto ajuda-me a obter fotos nítidas a velocidades abaixo das recomendadas.

O visor óptico e a forma de uma SLR foram a grande motivação para abandonar as compactas. Só iria conseguir substituir uma SLR com visor óptico por uma mirrorless tipo a Sony A99. Mas compacta, bridge, NEX e afins, não substituem uma SLR se queremos ser sérios na nossa fotografia.

A Sony RX1, pelo que leio, terá uma qualidade de  imagem muito semlhante à  da Canon 5D Mk III e à Nikon D800E...




Partilhar Post #192 lalmeida

lalmeida

  • Membro
  • Registo: 11/04/2010
  • Posts: 328

Publicado 30 Outubro 2013 - 14:48

Caro recycle bin,

Até este ano todas as minhas fotos tirando as películas, cabiam em menos de 400gb e uns 80 dvds! Nada de especial!  Tudo bem escolhido, guardado apenas o essencial!

 

Os testes da google mostraram que usando os melhores discos de servidor montados nos melhores equipamentos do mercado, mostram 1 disco avariado em cada 100 em possivelmente 30 anos! Estamos a falar de Edifícios concebidos de raiz para receber servidores que não levam nem computadores nem discos comprados na fnac ou outra loja do género! Um disco de um Tb destes que nem são dos melhores, http://www-304.ibm.c...686018426023606

 

São 400us dollars

 

Os tipos avisam que para eles funcionarem correctamente precisam de:

 

Environment Allowable:

  • Temperature: 15°C – 32°C (de-rate maximum allowable temperature 1°C per 300 m above 900 m)
  • Relative humidity: 20% – 80% RH
  • Maximum dew point: 17°C
  • Maximum altitude: 3,050 m (10,000 ft)

Recommended:

  • Temperature: 18°C – 27°C (de-rate maximum recommended temperature 1°C per 300 m above 1,800 m)
  • Relative humidity: 60% maximum
  • Dew point: 5.5°C – 15°C

Conforms to the American Society of Heating, Refrigerating and Air-Conditioning Engineers Class 1
Non-operating (equipment powered off):

  • Temperature: 5°C – 45°C
  • Relative humidity: 8% – 80% Precisamente neste momento temos em lisboa 80% e no resto do pais passa os 90% Dentro de casa uns 65%! O pessoal queixa-se de fungos nas lentes mas não se lembra do resto!
  • Maximum dew point: 27°C

Shipping:

  • Temperature: -40°C – 60°C
  • Relative humidity: 5% – 100% (noncondensing)
  • Maximum wet bulb: 29°C

Para te darem um ano de garantia!

 

Pois como sabem que as condições elétricas dos utilizadores comuns vulgo pedreiros carpinteiros fotógrafos e demais rapaziada. Hoje em dia prevê-se um funcionamento dos mesmos por apenas 5 anos! Isto falando de boas drives!

 

Eu tenho aqui à frente um calhau preto da Lacie que com apenas 2 anos já começa a fazer barulhos estranhos! A temperatura do escritório subiu este verão aos 28 graus  Isto ligado a uma vCorsair Builder Series CX430 V2. Centro de lisboa, sem grandes flutuações de corrente. Se comprasse uma nova que deveria fazer... estamos a falar de valores próximos de 230 euros, preferencialmente esta! Corsair AX1200i 1200W 80 Plus Platinum.

O pessoal acha todo que as maquinas é que são importantes e esquecem-se do resto.

Tratar nef de uma d5200 sem um ssd já dá para ver a barba crescer.

 

O custo de uma drive é relativamente barata, o custo da perda de dados é gigantesco, mesmo para um fotógrafo caseiro, basta para isso perder as fotos todas do filho que faleceu, por ex.

 

As maquinas começam a ficar mais baratas mas o custo de manter as mesmas e de manter os dados sobe exponencialmente. Se trocasses neste momento de maquina dentro de 10 anos terias mais de 20tb em vez de 320gb! Se substituísses os discos de 2 em dois anos terias comprado quase uns 800tb no total.

 

Se somares os dvds (alguns) que perdem dados em menos de dois anos, pensar em trocar a tua drive pode ser o mais acertado se calhar duas lol não vá o diabo acordar! ahahahaha Se forem de jeito já falamos em uns 300 a 500 euros as duas! Mais fontes de alimentação de jeito mas MBs decentes mais caixas de discos externos não soldadas e com ventoinhas as coisas começam a tomar proporções assustadoras!

 

Começo a dizer que deve sair mais barato fotografar em filme!

O Macbook pro da minha mulher, na semana passada, entregou a alma ao criador, passado exactamente 5 anos e uma semana da data de compra!

 

O valor das imagens, pessoal, ou comercial, do pessoal aqui do fórum, deve ser muito baixo. Compram Ferraris e andam de pneus Fedima! lol

 

Dentro de 2 anos volta aqui e posta quantos gb aumentaste à coleção.

 

Abraço fotográfico!

 

Vlb

Olá,

 

Os discos que são utilizados ple agoogle e outras empresas do género, não são superiores ou mais fiáveis aos que compras em qualquer loja. São o mesmo tipo de equipamento, construído com a mesma tecnologia e o mesmo tipo de especificações. E as especificações de que falas são para a fotografia e não são cumpridas nos datacenters, por vários factores, entre eles o custo dos sistemas HVAC. Na prática os discos que estão em datacenters acabam por enfrentar ambientes muito semelhantes aos que temos em nossas casas. A realidade a que não podemos fugir é a seguinte: as hard drives são elementos pouco fiáveis por natureza. Falham com frequência. Cabe a quem os usa tomar medidas para que as falhas não sejam catastróficas. Quem não quer perder dados, efectua backups com frequência. É muito simples. Ter ficheiros importantes apenas num disco e depender dele, é pura loucura. 




Partilhar Post #193 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 30 Outubro 2013 - 15:18

Nuno verifica a pagina da Spyder! http://spyder.dataco...spyder4express/

 

http://youtu.be/G8t6-ddR47Y




Partilhar Post #194 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 30 Outubro 2013 - 15:20

Já apanhei de tudo! CGD Rua do Ouro 20º CGD Av. da Républica 36º

Servidores da Expo98 uns 16º verão na rua e inverno dentro da sala dos servidores!

 

Tudo depende de quem manda!




Partilhar Post #195 Engenheiro

Engenheiro

  • Membro
  • Registo: 02/06/2013
  • Posts: 42
  • Idade: 39
    • Local: Cascais

Publicado 03 Novembro 2013 - 12:47

https://www.bitcasa.com/pricing

 

Já tinham visto este?

Ok, que ficamos com o problema de disponibilidade da net e tal... mas para espaço ilimitado a 80€/ano, não ficaria nada mal...




Partilhar Post #196 vlbphoto

vlbphoto

  • Membro
  • Registo: 30/01/2008
  • Posts: 1203
  • Idade: 46
    • Local: Lisboa
    • http://www.vlbphoto.com/

Publicado 03 Novembro 2013 - 13:04

Tirando o problema da disponibilidade e segurança da WWW 80€ Não parece nada mal!