Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Fotógrafo Purista - Existe?


  • Por favor inicie sessão para responder
69 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 15 Dezembro 2012 - 16:35

Meus caros, tenho sofrido com colegas (de outros fóruns) quem parecem se ofender com o fato de eu perguntar se por acaso usaram algum filtro para correção, como por exemplo o "unsharp mask".

É normal se gabar em dizer, que "a foto está como está, so sofreu pela conversão do raw." alguém aqui neste site se encacharia em tal posto?

Fotógrafo Purista

Aliás em tempos de Super Dslr's ainda há alguém que mesmo assim insiste em ser um pseudopurista?

grato srs.


Anúncios

Partilhar Post #2 MDPN

MDPN

  • Membro
  • Registo: 07/10/2012
  • Posts: 627
    • Local: Vila Nova de Famalicão

Publicado 15 Dezembro 2012 - 17:04

Na minha opinião, a fotografia digital revolucionou a areá, o que inclui indubitavelmente a edição.

A edição não deve, idealmente ser utilizada para colmatar erros, mas para evidenciar virtudes


Partilhar Post #3 Ego Zarolho

Ego Zarolho

  • Membro
  • Registo: 27/10/2010
  • Posts: 619
  • Idade: 49
    • Local: Estoril
    • Fuji X-Pro1, X-Pro2, X-70, X-100F, XT-2. Máquinas a mais, talento a menos.

Publicado 15 Dezembro 2012 - 17:32

Cada um tem liberdade para fotografar como quiser. Mas como desde o clique na máquina até à publicação na internet ou impressão em papel tudo são pixeis e bits, não há aqui lugar a purismos (para falar verdade, nem na fotografia analógica havia). É altamente salutar ser-se exigente para que a captura seja da melhor qualidade possível, sem dúvida. Mas não há foto que não possa ser melhorada no processo digital, até porque se trata justamente de um processo, e não de um click apenas. Por vezes, porque a captura ideal não foi possível, admito sem problemas que possa haver correcções. A manipulação e alteração até pode ser uma arte em si.

Aquelas atitudes do tipo recusar a ajustar um crop ou corrigir um contraste e um balanço de brancos... podem trazer muita satisfação e orgulho ao próprio, mas não contribuem para elevar a fotografia ao patamar que ela poderia atingir.


Partilhar Post #4 MDPN

MDPN

  • Membro
  • Registo: 07/10/2012
  • Posts: 627
    • Local: Vila Nova de Famalicão

Publicado 15 Dezembro 2012 - 17:37


Aquelas atitudes do tipo recusar a ajustar um crop ou corrigir um contraste e um balanço de brancos... podem trazer muita satisfação e orgulho ao próprio, mas não contribuem para elevar a fotografia ao patamar que ela poderia atingir.


Totalmente de acordo


Partilhar Post #5 agomes

agomes

  • Membro
  • Registo: 21/08/2007
  • Posts: 3582

Publicado 15 Dezembro 2012 - 19:53

(...)
É normal se gabar em dizer, que "a foto está como está, so sofreu pela conversão do raw." (...)


Olá, boas

Para começar, penso que você devia perguntar se ele(a) fez essa tal de conversão à mão, só empregando processos naturais e sem a intervenção de qualquer software ou uso de algoritmo que influenciasse a passagem dos bits do ficheiro raw a pixéis do seu resultante (Jpeg ou Tiff) e que ele(a) conte o segredo dessa fórmula mágica. Se ele(a) contar, anote tudo pois essa informação vai valer milhões!  :D :D

A conversão do raw, mesmo se for feito por ferramentas (programa externo ou interno da câmera), já vai trabalhar a informação para a transformar numa imagem visionável, e nesse processo vai fazer coisas como acentuar a nitidez de acordo com os parâmetros dos algoritmos que lhe estão na base e, em última análise, fazer algo idêntico ao seu "unsharp mask".

A única diferença é que ele(a) se satisfaz com os resultados das decisões prévias de outros que escreveram o código do software e você é um pouco mais exigente e quer alterar a seu gosto.

Se o conversor não for automático, então a "estória" é ainda mais ridícula pois conversores como o Lightroom ou o ACR fazem o seu trabalho com os "default" da Adobe ou as alterações que você introduziu através dos menus da câmera (caso dos NEF da Nikon tratados pelo Capture NX2), complementados por uma série de acertos que você decide na hora e introduz através do programa, podendo mexer em tudo desde a exposição, equilíbrio de cor, contraste, nitidez, distorções, etc., etc....e, depois, pode dizer com o ar mais cândido deste mundo a foto está como está, so sofreu pela conversão do raw.  :sim: :sim:

Os únicos problemas das alterações (edição electrónica) é que, por um lado, não conseguem transformar uma má imagem inicial numa excelente fotografia mas, por outro, podem estragar uma boa imagem pelo seu uso exagerado ou inadequado.

Em todo o caso, anda por aí muita gente equivocada acerca do que é uma boa fotografia, e entre ela pode estar certo que há muitos desses puristas do "a foto está como está" e outros tipos de purismos aparentados.

Boas  :photo: :photo:


Partilhar Post #6 hdborges

hdborges

  • Membro
  • Registo: 29/08/2010
  • Posts: 4166

Publicado 15 Dezembro 2012 - 21:14

Vão havendo...


São o tipo de "fotógrafo" que cola na coisa durante uns meses, gasta uns €, tira umas fotos, vê que não tem jeito para a coisa, e encosta...  :lol:


x2 e até diria mais, tenta justificar a sua falta de jeito com uma necessidade obsessiva de "purismo" para justificar as suas deficiências....


Partilhar Post #7 Garcia.J

Garcia.J

  • Membro
  • Registo: 08/05/2009
  • Posts: 606

Publicado 15 Dezembro 2012 - 22:42

Na minha opinião, a edição é um dado adquirido. Mas numa perspectiva de extremos ("puristas" vs "inverso dos puristas" :unsure:) reconheço mais mérito como fotógrafo aos "puristas" do que aos que fazem/salvam as fotos na edição.


IT Partilhar Post #8 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 15 Dezembro 2012 - 23:06

Cada um tem liberdade para fotografar como quiser. Mas como desde o clique na máquina até à publicação na internet ou impressão em papel tudo são pixeis e bits, não há aqui lugar a purismos (para falar verdade, nem na fotografia analógica havia). É altamente salutar ser-se exigente para que a captura seja da melhor qualidade possível, sem dúvida. Mas não há foto que não possa ser melhorada no processo digital, até porque se trata justamente de um processo, e não de um click apenas. Por vezes, porque a captura ideal não foi possível, admito sem problemas que possa haver correcções. A manipulação e alteração até pode ser uma arte em si.

Aquelas atitudes do tipo recusar a ajustar um crop ou corrigir um contraste e um balanço de brancos... podem trazer muita satisfação e orgulho ao próprio, mas não contribuem para elevar a fotografia ao patamar que ela poderia atingir.


meu velho, você conseguiu fazer uma bela síntese do que foi proposto. aqui neste fórum vira e meche alguém educadamente copia uma foto de um post de um membro x edita, faz a correção que o mesmo havia proposto e posta novamente só pra efeito de exemplificação.  coisas que são pra mim super naturais até. agora vá eu me recusar a ajuda e falar "não mexa na minha foto! a câmera me deu ela assim!"  :shock: na boa vai procurar o que fazer, em pleno 2013 batendo a porta e ainda há pessoas com esse tipo de pensamento. a tendencia é evoluir sem esquecer das raízes e não se travar para o mundo e acabar travando outras pessoas também, visto que esse tipo de atitude também forma pensamentos... (infelizmente)


IT Partilhar Post #9 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 15 Dezembro 2012 - 23:19

Na minha opinião, a edição é um dado adquirido. Mas numa perspectiva de extremos ("puristas" vs "inverso dos puristas" :unsure:) reconheço mais mérito como fotógrafo nos "puristas" do que nos que fazem/salvam as fotos na edição.



creio que hoje muitos profissionais, trabalham pelo motivo de haver rentabilidade/lucro. não sou contra quem é do lado dos "puristas" mas hoje a fotografia é comercial. pode-se fazer parte dos dois universos mas sabendo separa-los, como algo pra si e algo para os outros. cada um tem que ser purista ao modo que lhe agrada e não ter isso como algo que lhe dará vantagem
"Sou melhor porque minha foto não tem Lightroom/photoshop!" não vejo vantagem do lado dos puristas a não ser pela satisfação pessoal. afinal concordo que é bom quando abrimos uma foto no monitor e ta la o horizonte retinho, as nuvens bem espostas, etc...

ser purista só no início do processo afim de ganhar tempo na produção. fora isso, sinceramente não vejo mais nada.


IT Partilhar Post #10 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 16 Dezembro 2012 - 10:01





IMHO, não vale a pena nos limitarmos...



Por mais de edição que ponhas, uma foto mal tirada, nunca na vida vai ficar boa.

As fotos "mal tiradas", com horizontes tortos, e não sei me lembra mais o quê, acontecem por uma coisa, e uma só coisa: a falta de interesse do fotógrafo.

Se o fotógrafo não tem interesse em pegar num momento e tranferi-lo para uma imagem que a possa ou olhar para ela e recordar, ou para o partilhar, não interesse o que percebe de fotografia, técnicas, equipamentos, composição, arte, whatever...




É por isso que cada vez tenho pegado menos na DSLR... sinto-a a pesar-me e a pedir que eu tire fotos... este ano, tenho tirado mais fotos com o telemóvel, e nem tenho ficado insatisfeito com os resultados... talvez pelo motivo que, quando quero, está lá, quando não me apetece, não está...


Essa questão do celular já agreda outros fatores, mas também não vou aqui me apegar a tese de que "pão é na padaria!", por que afinal também compramos pão no mercado. mas é patente que cada fim específico tem o seu meio apropriado... :th_up:


Partilhar Post #11 jagc

jagc

  • Membro
  • Registo: 12/11/2008
  • Posts: 1343
  • Idade: 32
    • Local: Margem Sul
    • memoriar.org - Criar, fazer memórias.

Publicado 16 Dezembro 2012 - 11:46

Deixo este link para tal assunto: http://theliteratele...kroom-printing/

;)


Partilhar Post #12 kroko

kroko

  • Membro
  • Registo: 20/02/2008
  • Posts: 137

Publicado 16 Dezembro 2012 - 21:00

O que são fotografos purista, eu só conheço fotografos, uns bons outros maus e outros assim assim.
A fotografia é uma arte e como qualquer arte é subjectivo, (como em qualquer arte há bons trabalhos e maus trabalhos) e quem faz as fotos é um artista e faz as fotos como mais gosta. Não se deve criticar pelas fotos terem trabalho de pós produção nem pelas fotos não terem pós produção porque é simplesmente o gosto de quem faz as fotografias. Hoje em dia pode-se considerar uma foto melhor por serem trabalhadas em pós produção mas não quer dizer que daqui a 50 anos não se vá considerar o oposto.

Acho que devemos ter em atenção os pintores que andam cá há muito mais tempo que os fotógrafos e na pintura temos exemplos bastante claros que os gostos mudam e o que é considerado mau hoje pode vir a ser considerado arte bastante valiosa passado uns anos.


IT Partilhar Post #13 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 16 Dezembro 2012 - 22:03

Considerar uma foto melhor por ter PP?

Considera-se uma foto melhor, se for melhor.

Uma PP, não é algo milagroso que se passar a foto por lá, e sai uma foto linda do outro lado.

Há 100 anos atrás, uma foto com uma boa PP era bem vista, há 50, como o jagc mostrou, também, e daqui a 50, vai ser, e a 100 anos, também...


Apoio, não acho mérito em se por a margem do que está ai pra expandir nossas possibilidades.


Partilhar Post #14 kroko

kroko

  • Membro
  • Registo: 20/02/2008
  • Posts: 137

Publicado 17 Dezembro 2012 - 01:40

Eu não disse que uma fota era melhor por ter PP, eu disse pode-se, há uma grande diferença.
A comparação é a mesma foto sem PP e com PP, depende sempre de foto para foto e do trabalho que é feito em PP e mais importante do gosto de quem faz a foto.
Se arranjares um programa em que uma foto da treta se transforma numa obra prima es um gajo rico. Fazer esse tipo de presunção que há algo milagroso é completamente estúpido.
Tens estilos de PP que são de modas e as modas passam, o que te vai acontecer é que podes ter uma foto que no momento em que foi feita até se considera que fica mais engraçada com aquela PP mas quando a moda passar...


Partilhar Post #15 FábioSilva

FábioSilva

  • Membro
  • Registo: 05/01/2011
  • Posts: 487
  • Idade: 27
    • Local: Porto

Publicado 17 Dezembro 2012 - 01:52

Eu acho que deve haver lugar para tudo.
Eu por exemplo, ainda não tive possibilidade de comprar uma dslr.
Por vez tento colmatar algumas limitações da minha compacta em pp.
Sei que não fica tão natural como uma dslr.
Mas tento que a foto seja melhor nem que seja num pormenor.
Um desfoquezinho aqui ou ali, ou uns toques nas cores, por exemplo, nada de muito relevante.
Acho que o que interessa é o resultado em si.
Na minha opinião o problema é quando se usa a pp para esconder a má qualidade das nossas fotos e não temos capacidade de o admitir.
Ai assim penso que esteja o problema.



Partilhar Post #16 agomes

agomes

  • Membro
  • Registo: 21/08/2007
  • Posts: 3582

Publicado 17 Dezembro 2012 - 21:01

Olá, boas

Ontem à noite fui à janela. Lá fora, estava escuro e o tempo chuvoso e escondendo o firmamento mas, mesmo assim, dei por mim a pensar se numa noite limpa e iluminada pelo luar eu poderia ver dois hipotéticos anjos que, por algum miraculoso acaso, passassem defronte da minha janela, e se em tal caso conseguiria se tinham sexo, esclarecendo desse modo o pomo da dúvida que tanto tem sido discutida ao longo de séculos e séculos. Nada disso aconteceu e limitei-me a voltar ao portátil, abrindo o último post neste tópico, sem solução aparente para o enigma.  :humm: :humm:

Entretanto, deparei-me com uma notícia, velha de pouco mais de um ano, publicada pelo jornal "The Guardian" acerca da venda de uma fotografia por 4,3 milhões de dólares dos EUA, o mais alto jamais pago até esse momento.

http://www.guardian....e-ii-photograph

Ainda me recordo de, então, isso ter sido notícia por aqui, com muitos membros a mostrar o seu espanto e negar qualidade à obra e muitos deles a dizer que até poderiam fazer muito melhor.

Ora, o jornal afirmava "In fact the artist carefully digitally removed any intrusive features – dog walkers, cyclists, a factory building – until it was bleak enough to satisfy him", o que faz com que Andreas Gursky não seja propriamente um "purista" mas que, ao contrário do que por aqui se disse, e alguns dos que opinaram até poderiam ser "puristas", conseguiu mesmo vender a fotografia mais cara do mundo.  :sim:

Claro que isso pode até nem querer dizer que ela seja a "melhor foto do mundo" e, seja como for, os "puristas" apenas dirão que "os deuses devem estar loucos".

Boas  :photo: :photo:


Partilhar Post #17 Nickilford

Nickilford

  • Membro
  • Registo: 16/09/2008
  • Posts: 653
  • Idade: 44
    • Local: Lisboa

Publicado 17 Dezembro 2012 - 21:20

Meus caros, tenho sofrido com colegas (de outros fóruns) quem parecem se ofender com o fato de eu perguntar se por acaso usaram algum filtro para correção, como por exemplo o "unsharp mask".

É normal se gabar em dizer, que "a foto está como está, so sofreu pela conversão do raw." alguém aqui neste site se encacharia em tal posto?

Fotógrafo Purista

Aliás em tempos de Super Dslr's ainda há alguém que mesmo assim insiste em ser um pseudopurista?

grato srs.


Boas!

Os colegas dos outros foruns devem pensar que quando não havia digital, não se editava!!
Conselho: não frequentes os "outros fóruns"




IT Partilhar Post #18 . H .

. H .

  • Membro
  • Registo: 30/08/2012
  • Posts: 1315
  • Idade: 33
    • Local: Natal - Brasil

Publicado 18 Dezembro 2012 - 03:59

Boas!

Os colegas dos outros foruns devem pensar que quando não havia digital, não se editava!!
Conselho: não frequentes os "outros fóruns"



É que hoje existe um certo "preconceito" de uma pequena parcela de profissionais/ou não, que vêem um certo demérito em fotos em houve algum tipo de pp.

já ouvi uma pergunta que na hora não tive uma boa resposta pra dar. foi exatamente essa.

" Que programa você usa nas suas fotos? "

aaaa tá, você usa programa x né, (a foto já sofreu um demérito por ter feito alguma pp )

" e você? usa qual editor "

Eu? eu não uso editor não, minhas fotos são na raça mesmo. (ou seja as dele já são melhores, mesmo que seja uma imagem fraca tecnicamente. mas como não ouve pp, já é melhor só por isso. e muitas das vezes estão em pb.)

resumi um típico "purista" pseudo aliás. :th_up:


Partilhar Post #19 Ego Zarolho

Ego Zarolho

  • Membro
  • Registo: 27/10/2010
  • Posts: 619
  • Idade: 49
    • Local: Estoril
    • Fuji X-Pro1, X-Pro2, X-70, X-100F, XT-2. Máquinas a mais, talento a menos.

Publicado 18 Dezembro 2012 - 09:23

O próprio acto de passar uma foto para preto e branco é uma severa adulteração tanto da fotografia "original", como da própria realidade (o mundo é "a cores").

Congelar o instante fotográfico é uma adulteração do mundo, o tempo não pára.

Reduzir as três dimensões físicas a uma reprodução bidimensional é uma adulteração do mundo, que não é plano.

E ainda há fotógrafos a chamarem-se "puristas"???


Partilhar Post #20 joaopsr

joaopsr

  • Membro
  • Registo: 09/03/2009
  • Posts: 5848
  • Idade: 40
    • Local: Coimbra/Penacova

Publicado 18 Dezembro 2012 - 09:31

Isso cheira-me a paleio de quem não sabe fazer... e diz que não fazer é que é "de homem" para não ficar mal visto... É como quem tira fotografias de caca porque não sabe fazer melhor e depois diz que era mesmo assim que queria fazer porque "a arte é uma coisa subjectiva".

O meu conselho é que filtres esse tipo de comentários e faças o que realmente gostas de fazer. O teu trabalho vale pelo que é, não pelo que outros querem que seja.

E, já agora, pergunta lá a esses "moços" se eles conhecem os algoritmos de conversão de RAW para JPG (ou dos conversores da própria máquina) que usam para terem a foto "as shot". Ou se não "editam" as fotos ao seleccionar mais/menos contraste ou saturação directamente na máquina. Ou se, quando (se) fotografavam em filme, não faziam "pré-edição" ao escoloher que tipo de filme iam usar. Pode ser que tenham resposta para isso.

Usar fotos directas da máquina é uma opção tão válida como não o fazer. Agora dizer que é essa "A" forma de fazer fotografia, é demasiado presunçoso e demonstra demasiada tacanhez para ser levado a sério...