Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Fotografar concertos (a partir do público) e proibições de certas câmaras


  • Por favor inicie sessão para responder
129 respostas a este tópico

IT Partilhar Post #1 Gex

Gex

  • Membro
  • Registo: 29/01/2008
  • Posts: 212

Publicado 02 Março 2012 - 10:55

Adoro fotografar concertos, mas como não tenho a sorte nem os contactos para conseguir ir para o fosso, tenho que me contentar a fotografar desde o público. O último concerto a que fui foi o dos Dream Theater. Havia muita gente com máquinas dslr, talvez porque os próprios DT incentivaram os fans a fotografarem os concertos e a enviarem-lhes as fotos. Eu fui um dos que levou a dslr. Ora, a determinada altura estava eu a fotografar, a tentar a certar com a focagem e ao mesmo tempo a esquivar-me dos braços e cabeças que tinha à frente, quando sinto alguém a tocar-me de lado. Era um segurança que me diz "se não queres ficar sem ela, pára de fotografar". Eu não estava para grandes conversas e disse ok. Daí a bocado ele foi a outro e mais à frente apareceu outro com uma canon também a fotografar ao meu lado e outro segurança chegou-se ao pé dele e disse "com essa máquina não!". Eu aproveitei e saquei da minha compacta e perguntei "e com esta?" e ele disse que sim. O irónico é que como a minha dslr é um chasso velho e desactualizado com uma lente barata (Pentax K10D + Tamron 70-300), algumas fotos tiradas com a compacta (Canon SX220HS) saíram melhores que com a dslr (cujo alto iso é muito fraquinho e o AF com pouca luz é uma desgraça).
No entanto a minha questão é: que sentido faz proibir a utilização de dslr's nos concertos, mas deixar que se utilizem compactas?!? Então e as M4/3? Podem ser utilizadas?!?
Sinceramente acho que não faz muito sentido esse tipo de proibição. Com os telemóveis e afins já há imagens e videos a circular na net, ainda os concertos não acabaram, portanto, não sei o que se quer proteger com isso.


Anúncios

Partilhar Post #2 mhraposo

mhraposo

  • Membro
  • Registo: 08/04/2008
  • Posts: 253
    • Local: Lisboa

Publicado 02 Março 2012 - 11:59

Penso que faz sentido. Não se conseguem obter os mesmos resultados que uma DSLR semipro com uma 70-200 permite, com uma compacta ou com uma bridge.

Penso que deve haver direitos de utilização da imagem, quer por parte dos artistas, quer por parte das entidades produtoras.




Partilhar Post #3 Crazy_Guitar

Crazy_Guitar

  • Membro
  • Registo: 06/09/2010
  • Posts: 360
  • Idade: 40
    • Local: Braga, PT

Publicado 02 Março 2012 - 15:22

Pá... por muito porreiros que sejam os Dream Theater (e SÃO, de facto), a entidade promotora é que acaba por decidir isso.
Se no "regulamento" está que não se pode fotografar, então não se pode fotografar. Se os seguranças são "permissivos" em relação a compactas P&S, então a falha está do lado deles.

Lembro-me que em 2005 vi o Steve Vai na Casa da Música e NEM UMA FOTO os seguranças deixavam tirar!
Também eram dezenas deles... assim que alguém tirava a máquina do bolso, eles abordavam logo a pessoa para guardar, sob "pena" de ser "convidado a sair". E vi um a ser expulso, mesmo.

Lá está. Não é permitido, não é permitido!


Partilhar Post #4 hugo j. reis

hugo j. reis

  • Membro
  • Registo: 08/09/2010
  • Posts: 1768
  • Idade: 45
    • Local: Seixal
    • coiso e tal

Publicado 02 Março 2012 - 17:39

Concordo. Se não é permitido, não é e pronto. A falha, como dito, está do lado da "entidade fiscalizadora", que seja por que razão for, permite ou não fotografias dependendo do aparelho usado, o que é no mínimo ridículo.


Partilhar Post #5 _jn_

_jn_

  • Membro
  • Registo: 12/02/2010
  • Posts: 2967
    • Local: Estoril

Publicado 02 Março 2012 - 17:57

A proibição total é inviavel, para isso tinham de proibir tb telemóveis Considero correto proibirem as máquinas de aspecto profissional ou semi.

Imagina-te a seres contratado para seres fotografo oficial num concerto e depois estarem lá (mesmo que atrás de ti)30 ou 1000 espectadores com dslr's de topo de gama, flahes e etc.

Não te esqueças que normalmente, em concertos, os fotografos oficiais apenas têm alguns minutos para fotografar. Imagina a cena; o fotografo tem os primeirs 3 minutos para fazer fotos e o público o concerto todo. O fotografo faz-se pagar pelas fotos e o público expõe gratuitamente na net  :wacko:


Partilhar Post #6 Crazy_Guitar

Crazy_Guitar

  • Membro
  • Registo: 06/09/2010
  • Posts: 360
  • Idade: 40
    • Local: Braga, PT

Publicado 02 Março 2012 - 23:24

Melhor: um gajo arranja alguém que empreste uma 1D4 e uma 400 2.8 e siga! Sentadinho cá atrás na plateia a sacar altos bonecos no palco. :) Pelo preço de um bilhete! :D

Claro que é incomportável. :)


Partilhar Post #7 Agripino

Agripino

  • Membro
  • Registo: 19/09/2009
  • Posts: 42

Publicado 03 Março 2012 - 19:56

Gex

Se gostas mesmo de fotografar concertos, podes ir a este:

http://www.gaudela.n...ar/index-p.html

E poderás fotografar à vontade.

É um festival de música progressiva que ocorre todos os anos em Gouveia. É mais conhecido no estrangeiro do que em Portugal.

Neste festival podes fotografar à vontade, com qualquer tipo de máquina. Não convém é usares o flash.

Costumo ir a este festival com a minha Canon 50D com punho e com a Signa 70-200 2.8 e ninguém levanta qualquer problema. Podes inclusivamente fotografar junto do palco.

Se fores (caso ainda consigas encontrar bilhete) vais ver que não vais dar o teu tempo por mal empregue.

Cumps. 


IT Partilhar Post #8 Gex

Gex

  • Membro
  • Registo: 29/01/2008
  • Posts: 212

Publicado 03 Março 2012 - 22:35

Obrigado pela dica Agripino.

Quanto à questão Pros vs Amadores. Eu sei que de facto os Pros se sentem ameaçados pelos amadores. No facebook então é uma choradeira constante dos fotógrafos distos profissionais sempre a criticarem os amadores que até enjoa, mas ok... presumo que há fotógrafos que lá por fazerem da fotografia o seu ganha-pão acham que aqueles que o fazem por prazer deviam ir parar ao inferno.
Não conheço a forma como as coisas se processam, mas presumo que para se venderem as fotos há que ter os contactos certos, ser-se acreditado, ter fotos de qualidade superior. Um profissional tem as 3 primeiras músicas, ok, mas os amadores têm as cabeças, os braços, os moshes, etc... Não são exactamente as condições ideais para se fotografar.
O que é que um amador vai fazer com as suas fotos? Colocá-las na net, imprimi-las para si, mostrar aos amigos. O que é que um profissional vai fazer com as fotos? Colocá-las na net, imprimi-las para si, mostrar aos amigos e vendê-las. Não estou a imaginar uma revista ou uma publicação a comprar fotos a amadores, ou talvez até esteja... Há uns tempos li uma entrevista com um fotojornalista em que ele dizia que essa vertente da fotografia profissional estava morta.
Qualquer pessoa é um repórter, qualquer pessoa pode fotografar um acontecimento na rua, qualquer pessoa pode enviar as suas fotos para uma televisão. Seguindo a lógica dos concertos, qualquer dia um amador não pode fotografar paisagens ou tirar fotografias num casamento ou num qualquer acontecimento público (chiça, nas manifestações então quase que há mais fotógrafos do que manifestantes...). Nos concertos gratuitos toda a gente fotografa seja com que máquina for e ninguém diz que é proibido.
Bem, tudo isto para dizer que acho que há uma clara barreira entre o amador e o profissional, mas que também não me admiro que essa barreira se esteja a dissipar cada vez mais. Há fotos maravilhosas na net tiradas por amadores. Estas proibições apenas adiam o inevitável.


Partilhar Post #9 Momentclicker

Momentclicker

  • Membro
  • Registo: 17/12/2010
  • Posts: 203

Publicado 06 Março 2012 - 14:05

Boas a todos,

Gostei bastante do comentario do Gex, e acho que cada vez mais cada elemento do publico, é mais um potencial pro, especialmente quando existem muitas plateias onde se pode estar na plateia sentadinho a bater ftgrafias o concerto td enquanto os "ditos prós" so podem fazer as tres primeiras musicas. A qualidade de uns e de outros n se coloca em xeque até porque a qualidade é algo um pouco subjectivo.

Não concordo quando se diz que fazer fts com uma DSLR e com uma compacta mesmo que de boa qualidade seja a mesma coisa, porque ou bem que estas na primeira fila e bem colocado, ou entao n fazes fotos nenhumas de jeito.

No mundo da ftgrafia de espectaculo, so duas ou tres pessoas é que trabalham exclusivamente para o espetaculo, e mesmo esses tem de ir a todos os concertos praticamente. E quando alguem diz... deem me uma ou duas 2.8 e vou ouvir musica de borla... a coisa n é assim tao facil, porque é muito giro fazer os concertos que gostas, mas tb tens de fazer os concertos que n interessam ao menino jesus. Já viste estares a fazer um concerto de Dream Teather num dia e no dia seguinte tens de ir fazer Michel Telo ou Leandro?!?

Quando o Tanegashima que diz

"Aliás, fotografar concertos é tão fácil, que nem é fotografia a sério, temos uma equipa a fazer a luz para nós, temos uns actores em palco a dançarem para nós… o que é que temos que fazer? Comprar uma câmera boa e apontar?"

Concertos é facil de ftgrafar?!? Vai ftgrafar ao musicbox ou ao incrivel almadense e depois falamos sobre a grande luz e a facilidade de fotografar concertos. Uma coisa é irmos nos divertir e bater umas chapas aquele artista favorito, outra coisa é sabermos que temos de apresentar bom trabalho, mesmo muitas vezes quando n conhecemos o artista de lado nenhum.


Partilhar Post #10 Crazy_Guitar

Crazy_Guitar

  • Membro
  • Registo: 06/09/2010
  • Posts: 360
  • Idade: 40
    • Local: Braga, PT

Publicado 06 Março 2012 - 15:10

O último concerto que fui fotografar... a luz era tão "merdosa" que, mesmo a ISO 1600 e a aberturas de 2.8, andava com velocidades na ordem do 1/10!!!


Partilhar Post #11 AlexandreW

AlexandreW

  • Membro
  • Registo: 29/01/2008
  • Posts: 1534
    • Local: L.A.

Publicado 06 Março 2012 - 15:33

Aliás, fotografar concertos é tão fácil, que nem é fotografia a sério, temos uma equipa a fazer a luz para nós, temos uns actores em palco a dançarem para nós… o que é que temos que fazer? Comprar uma câmera boa e apontar?


ainda estou a tentar digerir isto... será que acreditas em tudo o que escreves?

a seguir a fotografia de moda tb deve ser fácil, tens pessoal a tratar da luz, a segurar reflectores, modelos a posar...

e paisagem então ainda mais fácil, está tudo lá, nem tens de fazer nada... só clic!!




Partilhar Post #12 ricardoA

ricardoA

  • Membro
  • Registo: 25/02/2011
  • Posts: 1654

Publicado 06 Março 2012 - 19:22

Porra ó Tanegashima, pelas fotos que aqui pões até te considero um gajo que sabe o que faz, mas depois de ler isso...

Uma coisa é "fazer uns bonecos" outra coisa é fazer BOAS fotos de concerto...

Eu faço uns bonecos. Mas o que fazem users como o bioteck, AH.photo, Gdelgado, ou fotógrafos [que não sei se andam por aqui], como o Pedro Almeida (para mim um dos melhores fotógrafos de concertos em Portugal) ou a Carmo Louceiro, requer um controlo de luz, visão do concerto e click no momento certo que não é qualquer um que tem. Isto para não entrar nos caminhos de uma abordagem mais conceptual à fotografia de concerto que implica um conhecimento profundo do trabalho do artista em palco e universo em que se insere - claro que não é às bandecas da rádio e da mtv que me refiro, mas a artistas a sério, façam eles o tipo de musica que fizerem.

Sinceramente acho que fotografia de concerto é dos estilos menos fáceis (para não dizer mais dificeis) de se ser realmente bom e distinguir dos demais.

-----------------

Para responder ao autor do tópico;
Nunca tive problemas em fotografar com dslr, mas tb não estou propriamente interessado em fotografar Metallicas nem Madonas. No entanto, já ouvi historias de pessoal que foi impedido de fotografar pelo simples facto de ter uma dslr.
Pergunto-me se um gajo que tem uma dslr da gama mais baixa possível deve ser impedido de fotografar, e um tipo com uma G12 tá safo?

Em concertos mais pequenos não costuma haver problemas, é uma questão de contactares a promotora, e se quiseres levar a coisa ao extremo até podes perguntar a banda se se incomoda com o flash.

Há 2 meses em Kylesa o segurança pediu para ver a minha mala à entrada do concerto no Alquimista. Disse-me que com aquele material (60d + 2 lentes e flash) só podia fotografar se tivesse acreditação de jornalista. Fui falar com um membro da promotora [Bruno da Prime Artists] e ele disse-me que tanto eu como os jornalistas podiamos fotografar à vontade desde que não usássemos flash.

--------

Compreendo o lado dos fotógrafos profissionais. Por isso é que quando estou a fotografar deixo-os sempre passar e cedo-lhes os "melhores spots", porque, leve eu isto muito ou pouco a sério, eles estão lá a trabalhar e eu a "brincar". Por outro lado acho que também não se deve vedar completamente a possibilidade de fotografar aos amadores e entusiastas, porque há que começar por algum lado e não me parece que o único "lado" seja um curso de fotografia que provavelmente mal cobre fotografia de concertos e custa um balurdio.



Partilhar Post #13 ricardoA

ricardoA

  • Membro
  • Registo: 25/02/2011
  • Posts: 1654

Publicado 06 Março 2012 - 19:51

Desculpa, mas não vejo diferença nenhuma entre estes e outros quaisqueres.
Que dificildade é que é arranjar o momento e estar no sítio certo face a um fotógrafo de desporto, por exemplo!
Controlar a luz?
Controlar a luz, como? É o staff que controla a luz, tu no máximo tens de definir a exposição na tua câmera, isso é difícil? Don't kid me!
Aliás, não é no concerto que os fotógrafos se destinguem, é fora deles, é nas fotos ás bandas quando NÃO HÁ concertos.


Corrigi o meu posto; não era à Rita Carmo a que me referia (embora tb seja muito boa no que faz), mas sim à Carmo Louceiro.
Quando referi, de forma algo falaciosa, que há que saber controlar a luz queria dizer que temos de nos saber adaptar a condições, muitas vezes, complicadas com iluminação inadequada e em constante mutação.

de resto, já vi que tu tens a tua posição, eu tenho a minha... e desde que o benfica ganhe não há chatice...

(estava a gozar, não me podia estar mais a c@gar para o futebol)


Partilhar Post #14 joaopedrojesus

joaopedrojesus

  • Membro
  • Registo: 14/07/2010
  • Posts: 396
  • Idade: 36
    • Local: Montemor-o-Velho / Covilhã

Publicado 06 Março 2012 - 20:11

Apesar de querer muito discordar com o Tanegashima, ele tem razão, o handicap é financeiro, pegas numa 5DMKII ou uma D7000, com 70/200 2.8, e uma UGA fica sempre power, dps é angulo e enquadramento, a medição pontual raramente falha.
Não é de todo a minha praia, mas já saquei umas fotos interessantes. Ao meu olho não são grande pistola, mas o consumidor comum não as distingue das da Rita Carmo ou do Javier Bragado.
É preciso olho, e saber mexer muito bem com a maquina, só isso.
Se compararmos com outras áreas da fotografia é das menos trabalhosas, mas no extremo, também o fotojornalismo o é. É só ir até à guerra.

Quanto ao tópico em si, só levo dslr quando vou tenho livre acesso, de resto levo a Canon SX1, e nunca me disseram nada. No Roger Waters, haviam imensos seguranças a falar com o pessoal, pois n eram permitido flashes nem filmar, mas podias fotografar sem problemas. No concerto dos dEUS, na Aula Magna, haviam até posters a indicar as tags para a malta partilhar fotos e video no youtube. Tudo vai depender da banda.

E é realmente desconfortável estar alguém com telemóvel a filmar à tua frente, quando filmo/fotografo, tenho o cuidado de fechar o lcd da maquina e tirar o som. E se lá estou é para desfrutar da musica :)


Partilhar Post #15 PConceptions

PConceptions

  • Membro
  • Registo: 08/12/2005
  • Posts: 2610

Publicado 06 Março 2012 - 21:01

Fiz fotografia de espectáculos, durante 3 anos e um dos motivos que me levou a afastar-me desta área foi o facto de apartir de determinada altura ter sentido que já estava a fotografar em piloto automático... fazia fotos giras sim, mas a luz os cenários etc era tudo controlado por outras pessoas a ideia que eu me limitava a captar momentos dos espectaculos com o tempo começou me a aborrecer tremendamente, a unica coisa que podia escolher era só mesmo os enquadramentos e as definições da máquina, não ha nada de errado em fazer se este tipo de fotos, mas fotografar as bandas ou actores fora do palco é um desafio muito mais interessante para mim...


Partilhar Post #16 Gonçalo-Rodrigues

Gonçalo-Rodrigues

  • Membro
  • Registo: 09/01/2011
  • Posts: 1140
  • Idade: 33
    • Local: Lisboa

Publicado 07 Março 2012 - 10:13

Por isso é que adoro festivais, deixam-me sempre fotografar à grande eheh




Partilhar Post #17 joaopedrojesus

joaopedrojesus

  • Membro
  • Registo: 14/07/2010
  • Posts: 396
  • Idade: 36
    • Local: Montemor-o-Velho / Covilhã

Publicado 07 Março 2012 - 11:55

Por isso é que adoro festivais, deixam-me sempre fotografar à grande eheh



Nunca levei reflex para festivais, nem bridge :lol:


Partilhar Post #18 Crazy_Guitar

Crazy_Guitar

  • Membro
  • Registo: 06/09/2010
  • Posts: 360
  • Idade: 40
    • Local: Braga, PT

Publicado 07 Março 2012 - 13:50

Eu faço uns bonecos. Mas o que fazem users como o bioteck, AH.photo, Gdelgado, ou fotógrafos [que não sei se andam por aqui], como o Pedro Almeida (para mim um dos melhores fotógrafos de concertos em Portugal) ou a Carmo Louceiro, requer um controlo de luz, visão do concerto e click no momento certo que não é qualquer um que tem. Isto para não entrar nos caminhos de uma abordagem mais conceptual à fotografia de concerto que implica um conhecimento profundo do trabalho do artista em palco e universo em que se insere - claro que não é às bandecas da rádio e da mtv que me refiro, mas a artistas a sério, façam eles o tipo de musica que fizerem.

E já para não dizer que tens de conhecer minimamente a banda que vais fotografar, quer musicalmente, quer pessoalmente. Senão perdes a essência do concerto e só vais entregar "ao cliente" meia-dúzia de fotos de gajos a tocarem instrumentos.

Isso qualquer macaco faz.


Partilhar Post #19 Crazy_Guitar

Crazy_Guitar

  • Membro
  • Registo: 06/09/2010
  • Posts: 360
  • Idade: 40
    • Local: Braga, PT

Publicado 07 Março 2012 - 13:52

Desculpa, mas não vejo diferença nenhuma entre estes e outros quaisqueres.

Que dificildade é que é arranjar o momento e estar no sítio certo face a um fotógrafo de desporto, por exemplo!

Controlar a luz?

Controlar a luz, como? É o staff que controla a luz, tu no máximo tens de definir a exposição na tua câmera, isso é difícil? Don't kid me!




Aliás, não é no concerto que os fotógrafos se destinguem, é fora deles, é nas fotos ás bandas quando NÃO HÁ concertos.

Estou a ver que tens andado a fotografar mega-eventos tipo Rock In Rio, onde tens TONELADAS de projectores, focos e afins.

Experimenta ir ao "Tasco do Zé" fotografar uma bandazinha que está a iniciar mas que, por sinal, até tocam muito bem, e a única fonte de luz serem dois candeeiros manhosos daqueles de secretária.
Tenta apenas puxar o ISO e diz-me que resultado obténs. :)


Partilhar Post #20 ricardoA

ricardoA

  • Membro
  • Registo: 25/02/2011
  • Posts: 1654

Publicado 07 Março 2012 - 13:53

E já para não dizer que tens de conhecer minimamente a banda que vais fotografar, quer musicalmente, quer pessoalmente. Senão perdes a essência do concerto e só vais entregar "ao cliente" meia-dúzia de fotos de gajos a tocarem instrumentos.

Isso qualquer macaco faz.



foi o que eu disse; "Isto para não entrar nos caminhos de uma abordagem mais conceptual à fotografia de concerto que implica um conhecimento profundo do trabalho do artista em palco e do universo em que se insere"  :th_up: