Ir para conteúdo

  • Facebook

  • Este site usa cookies para melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar o site está a aceitar o uso de cookies. SABER MAIS ENTENDI

Foto

Marcas de água: sim ou não?


  • Por favor inicie sessão para responder
71 respostas a este tópico

Partilhar Post #61 Garcia.J

Garcia.J

  • Membro
  • Registo: 08/05/2009
  • Posts: 606

Publicado 15 Outubro 2012 - 19:38

Alguém que saiba de direito deve ser capaz de falar disto com mais propriedade, mas julgo que o desconhecimento da lei não iliba a sua violação.
O que acontece, é que a maioria das pessoas, pensa tal e qual como os designers que falas...ou seja "se está na internet, é de todos". Mas se a foto está lá é porque de facto alguém a pôs lá...e agora vais dizer "ah mas se nao tem o nome do dono...", então se não tem o nome, e se não há maneira de saber quem é o dono, a foto não deve ser usada.
Isto, claro, num mundo onde o bom senso e o respeito abundam...ou num onde algum tribunal decide exemplarmente num caso destes...


Anúncios

Partilhar Post #62 diogon

diogon

  • Membro
  • Registo: 09/10/2008
  • Posts: 3920
  • Idade: 46

Publicado 15 Outubro 2012 - 19:47

Alguém que saiba de direito deve ser capaz de falar disto com mais propriedade, mas julgo que o desconhecimento da lei não iliba a sua violação.


Pois não, art.º 6.º do Código Civil...


Partilhar Post #63 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8304
  • Idade: 37
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 15 Outubro 2012 - 20:26

Alguém que saiba de direito deve ser capaz de falar disto com mais propriedade, mas julgo que o desconhecimento da lei não iliba a sua violação.
O que acontece, é que a maioria das pessoas, pensa tal e qual como os designers que falas...ou seja "se está na internet, é de todos". Mas se a foto está lá é porque de facto alguém a pôs lá...e agora vais dizer "ah mas se nao tem o nome do dono...", então se não tem o nome, e se não há maneira de saber quem é o dono, a foto não deve ser usada.
Isto, claro, num mundo onde o bom senso e o respeito abundam...ou num onde algum tribunal decide exemplarmente num caso destes...


Só que a lei diz:

Artigo 167.º
(Indicações obrigatórias)
1 – Os exemplares de obra fotográfica devem conter as seguintes indicações:
Nome do fotógrafo.
Em fotografia de obras de artes plásticas, o nome do autor da obra fotografada.
2 – Só pode ser reprimida como abusiva a reprodução irregular das fotografias em que figurem as indicações referidas, não podendo o autor, na falta destas indicações, exigir as retribuições previstas no presente Código, salvo se o fotógrafo provar má-fé de quem fez a reprodução.


Desconhecimento é má fé? Se foi o fotógrafo a não colocar o nome, até que ponto é que se pode culpar quem usa por não conseguir encontrar o fotógrafo?

A pessoa só tem de provar que até tentou encontar a o fotógrafo e tudo.. mas como não lhe foi possível.... Usou... Quem está em falha é o autor que não colocou o contacto junto da foto... :\


Partilhar Post #64 diogon

diogon

  • Membro
  • Registo: 09/10/2008
  • Posts: 3920
  • Idade: 46

Publicado 15 Outubro 2012 - 20:40

Artigo 167.º
(Indicações obrigatórias)
1 – Os exemplares de obra fotográfica devem conter as seguintes indicações:
Nome do fotógrafo.
Em fotografia de obras de artes plásticas, o nome do autor da obra fotografada.
2 – Só pode ser reprimida como abusiva a reprodução irregular das fotografias em que figurem as indicações referidas, não podendo o autor, na falta destas indicações, exigir as retribuições previstas no presente Código, salvo se o fotógrafo provar má-fé de quem fez a reprodução.

O que lei diz é que não pode exigir a retribuição.


Partilhar Post #65 Garcia.J

Garcia.J

  • Membro
  • Registo: 08/05/2009
  • Posts: 606

Publicado 15 Outubro 2012 - 20:42


A pessoa só tem de provar que até tentou encontar a o fotógrafo e tudo.. mas como não lhe foi possível.... Usou...


Pois, mas não devia ter usado. Aliás, esse argumento até é capaz de a "enterrar" ainda mais...se se deu ao trabalho de procurar o autor é porque sabia que precisava da sua autorização, e depois como não o encontrou...olha azar...que se lixe a autorização?...



Partilhar Post #66 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8304
  • Idade: 37
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 15 Outubro 2012 - 20:50

Pois, mas não devia ter usado. Aliás, esse argumento até é capaz de a "enterrar" ainda mais...se se deu ao trabalho de procurar o autor é porque sabia que precisava da sua autorização, e depois como não o encontrou...olha azar...que se lixe a autorização?...


Mas ai é que está.. é que se calhar não lixa.. Porque a lei diz é que o autor devia ter posto o nome. Se não tinha nome, não pode exigir as retribuições pelos danos causados. Imagina que o fotógrafo até tinha dado autorização para a foto ser usada livremente (sites de freestock)... A pessoa podia usar...


Partilhar Post #67 Garcia.J

Garcia.J

  • Membro
  • Registo: 08/05/2009
  • Posts: 606

Publicado 15 Outubro 2012 - 21:06

É um bocado "pescadinha de rabo na boca"...lol... A lei defende o autor como sendo o unico que pode publicar a sua obra a um publico, mas claro, na prática, o mais certo é que ninguem vá processar quem usou a sua foto num blog ou no perfil do facebook, porque nem sequer chega a saber disso ou mesmo sabendo os custos de um processo possivelmente não compensavam...em casos de uso comercial, aí é que entra a "má-fé", tal como nesse exemplo que deste "procurou mas não encontrou..." isso é um argumento muito conveniente...e de má-fé, acho que isso é claro. Isso do freestock, mais uma vez, é um "tiro no pé", pois se existe a possibilidade de obter imagens dessa forma, não se justifica o uso da foto de outro.


Partilhar Post #68 hbertini

hbertini

  • Membro
  • Registo: 10/12/2010
  • Posts: 928
  • Idade: 46
    • Local: Carcavelos
    • Avaliações nos Classificados: clicar no link em Interesses.

Publicado 15 Outubro 2012 - 21:36

nesse mesmo documento sobre o direito autoral, também é dito que o autor pode obrigar à recolha de todas as cópias editadas (publicadas), mesmo que tal tenha sido previamente acordado e remunerado ao próprio. neste caso de acordo assim desfeito o autor pode, em contrapartida, ser obrigado a remunerar o editor. ou seja, independentemente da boa ou má vontade, o autor pode fazer com que um trabalho seu seja despublicado, independentemente do meio. claro que não basta agitar uma varinha mágica, mas que pode, pode :)


Partilhar Post #69 Garcia.J

Garcia.J

  • Membro
  • Registo: 08/05/2009
  • Posts: 606

Publicado 15 Outubro 2012 - 22:07

A impunidade de que gozam as pessoas que usam e abusam do trabalho dos outros, mais cedo ou mais tarde há-de ter um daqueles revés exemplares de decisão judicial do tipo "fulano x usou as fotos do fulano y e foi multado em x0000.00€". Enquanto isso não acontecer, as pessoas vão continuar a pensar que "se tá na net, é de todos" e que podem fazer o que lhes apetecer.


Partilhar Post #70 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8304
  • Idade: 37
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 15 Outubro 2012 - 22:38

A impunidade de que gozam as pessoas que usam e abusam do trabalho dos outros, mais cedo ou mais tarde há-de ter um daqueles revés exemplares de decisão judicial do tipo "fulano x usou as fotos do fulano y e foi multado em x0000.00€". Enquanto isso não acontecer, as pessoas vão continuar a pensar que "se tá na net, é de todos" e que podem fazer o que lhes apetecer.


Daí ser importante os fotógrafos poderem estar 100% seguros de que fizeram tudo o que deviam.


Partilhar Post #71 deim

deim

  • Membro
  • Registo: 19/02/2008
  • Posts: 8304
  • Idade: 37
    • Local: Londres
    • Não é o equipamento...

Publicado 26 Outubro 2012 - 16:39

http://www.kpraslowi...ous-watermarks/


Partilhar Post #72 Picacuca

Picacuca

  • Membro
  • Registo: 27/01/2008
  • Posts: 4056
  • Idade: 56
    • Local: Torres Vedras
    • Novo projeto: "Walking Camera Project". Já anda na estrada (e na auto-estrada virtual).

Publicado 26 Outubro 2012 - 21:56

Este é um assunto que se repete de vez em quando na minha mente: usar marca de água ou estar quieta??


Repete-se na tua cabeça e não só, já que neste fórum também se repete, e muitas vezes de forma pouco agradável, como já viste. :D

Vocês usam?? Porquê? Como conseguir uma marca de água que não "distraia" na foto?


Respondendo a estas questões...
Primeira questão (vocÊs usam? Porquê?): já usei, mas deixei-me disso, primeiro por preguiça e depois porque, no fundo, de momento pouco me ralo se alguém vai usar ou não, uma imagem que eu coloque na net. Na verdade, usem ou não usem, ninguém me paga nada mesmo por elas, não é? :P E se apanhar alguma cópia a ser usada de modo comercial, ainda posso tentar um processo... :D Por outro lado, imagens que não quero que usem, não ponho na net. Simples. :D

Segunda questão: para que uma marca de água não distraia a foto é simples: tem que ser quase transparente, pequena  e estar colocada a um dos cantos. Ah, e também tem que ser inútil. :lol:

E mais a sério: a marca de água é sempre uma opção agressiva para a visualização. Por isso,quem usa as marcas de água de modo sério, ou seja: para proteger, realmente a imagem de cópias, e não como publicidade ao seu nome, parte normalmente do principio que, aquela foto que está a ser mostrada no site, não é para ser apreciada como fotografia, mas como uma referência para que se indentifique a verdadeira fotografia que se pretende comercializar. E essa será enviada, sem marca de água e após o respectivo pagamento. No fundo, esses sites (foi aqui referido, por exemplo, o site da Magnum) não têm a finalidade de nos mostrar fotografias para nosso deleite, mas sim, para que nós as compremos. Por isso, e dentro dessa filosofia, pouco importa que a marca de água distraia, porque basta que a imagem seja suficentente reconhecida para que cliente possa carregar no icon do PayPal ou outro similar.

Já no caso de fotógrafos amadores e sem essas pretenções, a marca de água é mais usada para publicidade. Pessoalmente acho discutivel essa opção, principalmente quando é tão exagerada como se vê por muito lado. É um bocado como o Tunning (ou antes: Shuning) da fotografia. O que é importante é que o lettring seja de um tipo a puxar para o gótico e tenha uma cor berrante. Ah, e a palavra "Photografy" (já vi mesmo assim escrita) é essencial! :lol:

Bom, mas esses são os exageros, e há-os por todo o lado e em todas as situações. Mas sem ser isso, não considero que vá mal nenhum ao mundo, se alguém pretender fazer alguma publicidade, numa marca de água discreta, quase tranparente, e ao canto da imagem. Essas marcas de água, normalmente nem são muito distrativas. Mas nesses casos, que se tire a ilusão que se está aproteger a imagem de roubos, que não se está.

Por isso, e na minha opinião, também nestas questões da marca de água é o velhinho ditado que dita: não se pode ter sol na eira e chuva no nabal.
Ou queremos proteger a imagem de cópias e metemos lá um carimbo a todo o tamanho que prejudica a sua visualização, ou, por outro lado, a nossa opção passa por proporcionar uma boa visualização à imagem colocada na net, e nesses casos, o máximo que devemos fazer é colocar uma assinatura muito discreta, quase transparente e um dos cantos.

Não há volta a dar a isto, por mais voltas que se dêm à cabeça. :sim:


Picacuca